Mundo

"Desculpa. Plutão. Não. És. Fixe. O. Suficiente": NASA pede ajuda para os nomes dos novos planetas

© NASA NASA / Reuters

A NASA anunciou recentemente a descoberta de sete exoplanetas semelhantes à Terra, localizados a 39 anos-luz, na órbita de uma estrela com o tamanho de Júpiter. A organização decidiu pedir a ajuda dos internautas para dar nomes aos planetas.

Uma equipa internacional de astrónomos - entre eles, a portuguesa Catarina Fernandes - detetou sete planetas, dos quais três deles poderão ter condições para haver águar em estado líquido. O anúncio foi feito na quarta-feira pela NASA e levou a organização a recorrer ao Twitter para pedir ajuda, através da hashtag #7NamesFor7NewPlanets.

A internet foi rápida na reação, lançando uma série de propostas para a organização norte-americana. Desde personagens de filmes e séries, à hipótese de fugir de Trump, as pessoas puseram a sua imaginação a trabalhar e lançaram-se ao desafio.

Com as recentes polémicas de Donald Trump, um internauta decidiu que "Far From Trump 1,2,3,4,5,6,7" (Longe de Trump, em português) seria uma boa ideia.

Uma brasileira lembrou as meias-finais do Mundial 2014, onde a Alemanha marcou sete golos ao Brasil.

Outro internauta decidiu nomear os planetas com os nomes dos Sete Anões da Branca de Neve.

Uns voltaram-se as para sagas, como o Senhor dos Anéis e o Harry Potter.

Outros para séries, com vários personagens de Friends.

Um das pessoas que aderiu ao desafio foi mais além, perguntando se os habitantes destes planetas já deram nomes: "quem somos nós para escolher o nome dos seus planetas?"

Outra alertou para o risco dos humanos poderem destruir estes planetas.

"Desculpa. Plutão. Não. És. Fixe. O. Suficiente."

Até ao momento, ainda não há confirmação oficial quanto aos nomes dos novos planetas. Resta esperar que a NASA se pronuncie sobre o assunto.

  • Fogo em Freixo de Espada à Cinta dado como dominado

    País

    O incêndio que deflagrou esta quarta-feira em Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança, foi dado como "dominado" cerca das 16:20, depois de ter chegado a mobilizar 95 bombeiros, disse à Lusa fonte da Proteção Civil de Bragança.

  • Marine Le Pen de fora da Web Summit de Lisboa
    1:41
  • Sindicatos fazem ultimato ao governo: contestação na PSP vai sair à rua em setembro
    2:17

    País

    A Associação Sindical dos Profissionais da PSP alertou hoje para uma série de manifestações e vigílias a iniciar no próximo mês, em várias regiões do país, para exigir respostas do governo. A decisão foi hoje tomada numa reunião do órgão executivo da associação, depois de já em julho os polícias da ASPP/PSP terem feito a mesma advertência. Os polícias contestam o corte de subsídios e a forma como estão a ser feitas as listas de pré-reforma.

  • Navio Aquarius já atracou em Malta

    Mundo

    O navio humanitário Aquarius, com 141 pessoas a bordo atracou hoje por volta do meio dia no porto de La Valette, em Malta com 141 migrantes a bordo que vão agora ser distribuídos por cinco países europeus. Portugal vai acolher 30 pessoas.

  • 301 padres terão abusado de mais de 1.000 crianças nos EUA
    2:04
  • Cristiano Ronaldo volta a marcar no último jogo-treino da Juventus
    0:24
  • Dyego Sousa titular no jogo do SC Braga frente ao Zorya
    1:12

    Desporto

    Dyego Sousa vai ser titular na equipa do Sporting Clube de Braga amanhã. A confirmação foi dada pelo treinador Abel Ferreira. O técnico quer que a equipa portuguesa seja eficaz e dinâmica para derrotar os ucranianos. O jogo entre o SC Braga e o Zorya está marcado para esta quinta-feira, a partir das 20:30, no Estádio Municipal de Braga.

  • "Graças à equipa consegui o meu primeiro golo"
    0:23
  • "Ontem o Benfica esteve melhor, esteve bem"
    4:37

    Edição da Manhã

    Benfica segue em frente na Liga dos Campeões, depois de ter vencido o Fenerbahçe por 2-1 no conjunto das duas mãos. Os gregos do PAOK são o próximo adversário no Play Off de acesso à Champions, o comentário do jornalista Fernando Guerra.

  • Democratas elegem pela primeira vez candidata transgénero para governadora nos EUA
    0:16

    Mundo

    O partido democrata elegeu pela primeira vez nos Estados Unidos uma candidata transgénero para concorrer ao cargo de governadora de Vermont. Christine Hallquist obteve cerca de 48 por cento dos votos contra os três outros adversários do mesmo partido, incluindo uma raparida com apenas 14 anos. Hallquist vai defrontar o atual governador que voltou a ser escolhido pelos republicanos para ir a votos e tentar a recondução.