Mundo

Múmia bem preservada do período greco-romano encontrada no Egito

(Arquivo)

Mohamed Abd El Ghany

Uma equipa de arqueólogos russos descobriu a sul do Cairo uma múmia bem conservada do período greco-romano, anunciou esta terça-feira o Ministério das Antiguidades do Egito.

A múmia estava num caixão de madeira e foi encontrada perto de um mosteiro na aldeia de Qalamchah, cerca de 80 quilómetros ao sul da capital, precisou o Ministério em comunicado.

A equipa "encontrou num caixão uma múmia bem preservada, envolta em linho, o rosto coberto com uma máscara humana com desenhos azuis e dourados", diz-se no comunicado, no qual não se cita a data da descoberta.

Segundo Mohamed Abdel Latif, assessor do ministro, que é citado no comunicado, os arqueólogos fizeram uma primeira restauração da múmia e do caixão.

O grupo russo trabalha há sete anos na região, onde há monumentos do período islâmico e copta além do período greco-romano (330 a 670 antes de Cristo).

Lusa

  • A SIC foi conhecer o homem que ajuda a encontrar crianças açorianas levadas para os EUA
    1:07
  • 3º dia de interrogatórios no TIC do Porto por suspeitas no Turismo do Porto e Norte
    1:03

    País

    Pelo terceiro dia consecutivo, continuam a ser ouvidos os arguidos da Operação Éter, que investiga um alegado esquema de corrupção orquestrado pelo presidente do Turismo do Porto e do Norte que terá lesado o Estado em cinco milhões de euros. Esta manhã começou a prestar depoimento uma jurista da instituição que diz que a sua detenção foi completamente descabida e exagerada.

  • EUA rasgam acordo nuclear com a Rússia assinado antes da guerra fria
    1:33
  • As imagens da festa privada que acabou mal nos EUA: piso colapsa e arrasta dezenas de jovens
    0:31