Mundo

É cego e só tem 20% de audição mas quer visitar todos os países do Mundo

Jacarta, Indonésia

Tony Giles Facebook

Tony Giles tem um objetivo: visitar todos os países do mundo. Deficiente visual e auditivo, o britânico faz questão de viajar sozinho e já conseguiu riscar 124 países da lista.

"Viajo sozinho porque é o maior desafio que posso enfrentar", disse Tony Giles à BBC.

Devido a problemas genéricos, o homem de 39 anos é completamente cego e tem apenas 20% da audição.

Ao jornal inglês, Tony Giles explicou que ser um viajante independente traz muitas vantagens, como o senso de descoberta e liberdade. "Se viajasse acompanhado, essa pessoa estaria a fazer o trabalho todo e ao guiar-me, acabaria por perder a sensação de tocar e encontrar tantas coisas como agora faço."

Contudo, há muitas dificuldades pelo caminho e o viajante confessou que era preciso muita paciência. "Estou sempre a perder-me. É muito difícil encontrar algo específico quando não consegues ver, porque obviamente não consegues identificar." O homem explicou que muitas vezes precisou de ajuda e ela acabou sempre por chegar.

Na sua viagem mais recente, o homem teve a ajuda de várias pessoas para conseguir chegar ao Muro das Lamentações, em Jerusalém. E agora aconselha as pessoas a visitá-lo. "Há diversas inscrições no muro. São blocos maciços. É tudo muito suave, as texturas, as formas, os tijolos."

Para Tony Giles, viajar é sinónimo de usar todos os sentidos do corpo. O viajante revelou, por exemplo, que num dos mercados de Jerusalém foi atraído pelo aroma dos temperos, a textura dos tecidos e o barulho dos comerciantes.

Segundo o jornal inglês, a aventura de Tony Giles começou em 2000, durante um intercâmbio universitário nos Estados Unidos da América. Contou que a primeira cidade que visitou sozinho foi Nova Orleães e que congelou quando lá chegou.

No entanto, pensou consigo que era aquilo que queria. "Se não queres, vai para casa."

Desde então, nunca mais parou e em 2010 até lançou um livro, "Seeing the World My Way" ("Vendo o mundo à minha maneira", em português), no qual relata as viagens que fez.

Entre as muitas aventuras, Tony Giles já voou de asa-delta no Rio de Janeiro, fez bungee jumping na Nova Zelândia, escalou montanhas e saltou de pára-quedas na Austrália.

  • Sérgio Conceição elogia prestação dos jogadores menos utilizados
    0:45

    Desporto

    No final do jogo entre Vila Real e FC Porto, que os dragões venceram por 6-0, Sérgio Conceição destacou a qualidade apresentada pelos jogadores menos utilizados no plantel, que tiveram a oportunidade de jogar. O treinador dos azuis e brancos sublinhou ainda que o segredo da vitória esteve no respeito pelo adversário.

  • Portugueses têm menos filhos do que gostariam

    País

    A diretora da representação do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) disse esta sexta-feira que em Portugal a fertilidade desejada está bastante abaixo da realizada, tendo o país uma taxa de fecundidade baixa.