Mundo

Grupo Airbus multado em 104 milhões de euros em litígio com Taiwan

Regis Duvignau

O consórcio aeronáutico Airbus anunciou este sábado que foi multado em 104 milhões de euros num contencioso com Taiwan relativo à venda de mísseis por uma filial do grupo, na década de 1990.

"A Airbus confirma a notificação com data de 12 de janeiro de 2018 sobre a rutura de um acordo de compra assinado em 1992 para o fornecimento de mísseis", referiu em comunicado a empresa com sede em Toulouse, França.

A disputa afeta a filial Matra Défense S.A.S., que faz parte do grupo Airbus desde 1998, e que "vai analisar o texto antes de avaliar os próximos passos a dar".

O grupo europeu informou também que iniciou conversações com o Ministério Público de Munique sobre um inquérito aberto na Alemanha e relativo à venda de aviões de combate Eurofighter à Áustria.

Esta informação foi divulgada dois dias antes da publicação de resultados comerciais anuais da Airbus para 2017, na segunda-feira.

Lusa

  • Ex-espião Silva Carvalho relata em livro práticas ilícitas

    País

    O ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas e de Defesa Silva Carvalho, condenado em 2016 por violação do Segredo de Estado, assume práticas ilícitas enquanto operacional das secretas portuguesas, num livro que vai ser publicado na próxima sexta-feira.

  • O avô que se dedica a abraçar bebés prematuros

    Mundo

    "O avô da unidade de cuidados intensivos". É assim que as enfermeiras do Hospital Children's Healthcare de Atlanta, nos EUA, chamam a David Deutchman, um homem de 82 anos que, há 12 anos, vai à UCI dois dias por semana para abraçar os recém-nascidos.