Mundo

Protesto nas Honduras termina com mais de 20 feridos

Jorge Cabrera

Mais de vinte pessoas, entre civis e polícias, ficaram feridas durante uma manifestação contra uma suposta fraude nas eleições gerais de 26 de novembro passado nas Honduras denunciada pela Aliança da Oposição contra a Ditadura, disseram fontes oficiais.

O Ministério da Administração Interna, em comunicado, deu conta de que 17 elementos das forças de segurança ficaram feridos durante o protesto, que começou de forma pacífica e que terminou com confrontos entre forças de segurança e manifestantes em frente do edifício da Presidência.

Seis feridos civis deram entrada no Hospital Universitário, disse fonte hospitalar, precisando que nenhum apresentava ferimentos graves.

Milhares de pessoas participaram na manifestação, entre elas o ex-candidato presidencial da Aliança da Oposição, Salvador Nasralla, e o ex-Presidente hondurenho Manuel Zelaya, que foi derrubado em 2009.

Nasralla não reconhece os resultados do Tribunal Supremo Eleitoral, que a 17 de dezembro declarou Juan Orlando Hernández como Presidente eleito (segundo mandato), e assegura que foi ele quem ganhou as eleições.

O responsável prometeu mais manifestações depois de dia 20 e até que o "ditador deixe o poder", como disse aos jornalistas referindo-se a Hernández.

Lusa

  • PSP divulga fotos dos fugitivos do Tribunal do Porto e reforça dispositivo para capturar os três suspeitos
    1:16
  • "Acabámos com 6 jogadores da formação na equipa"
    1:27

    Desporto

    No final do jogo, João Manuel Pinto, treinador do Sertanense, mostrou-se orgulhoso com o trabalho da equipa, que joga no terceiro escalão do futebol português. Já Rui Vitória preferiu destacar a qualidade dos jogadores do Benfica que, apesar de serem menos utilizados neste inicio de época, estiveram em evidência.

  • "Pedro Proença quer que eu saia a todo o custo"
    3:00
  • Chuvas fortes afetam várias regiões em Espanha

    Mundo

    As chuvas fortes que afetam desde quinta-feira Espanha, as mais intensas da última década, estão a provocar problemas em várias regiões, em especial nas províncias da Comunidade Valenciana, mas sem registo de ocorrências graves nem danos pessoais.

  • Sextortion, o novo método de chantagem sexual na Internet
    2:17
  • Destruído mural de Vhils em Alcântara

    Cultura

    O mural, criado por Vhils, na parede da antiga fabrica da Sidul na Avenida da Índias, em Lisboa, foi esta quinta-feira destruído para dar lugar a um empreendimento urbanístico.