Mundo

Ex-soldado transexual Chelsea Manning anuncia candidatura ao Senado dos EUA

Steven Senne

A ex-soldado transexual Chelsea Manning anunciou que vai concorrer ao Senado dos Estados Unidos, voltando ao centro das atenções depois de ter sido condenada e libertada antecipadamente pela ligação ao caso WikiLeaks.Manning, de 30 anos, apresentou a candidatura na Comissão Eleitoral Federal com uma morada em North Bethesda, no estado de Maryland.

Manning, de 30 anos, apresentou a candidatura na Comissão Eleitoral Federal com uma morada em North Bethesda, no estado de Maryland.

Concorrerá como democrata e vai defrontar Bem Cardin, que é favorito.

Quem é Bradley Manning

Conhecido como Bradley Manning no momento da prisão, em 2010, o ex-analista dos serviços de informação militares, traidor para uns herói para outros, foi condenado a 35 anos de prisão pela divulgação de mais de 700 mil documentos militares e do Departamento de Estado na página Wikileaks.

Manning mudou de sexo e saiu da cadeia sem cumprir a pena depois de o então Presidente Barack Obama lhe te concedido clemência.

Em setembro tinha sido anunciado que Chelsea Manning ia ser uma das professoras visitantes na Universidade de Harvard, onde falaria sobre questões de "identidade" da comunidade homossexual e transexual nas forças armadas dos EUA.

Manning saiu em maio passado da prisão, ao fim de sete anos detido, cumprindo apenas uma quinta parte da pena graças ao perdão presidencial.

Depois de ser condenado enquanto homem, revelou que se sentia mulher, pediu que lhe começassem a chamar Chelsea, em vez de Bradley, e submeteu-se a um tratamento para mudar de sexo.

Lusa

  • Bill Cosby considerado predador sexual violento e condenado a pena de prisão

    Mundo

    O ator norte-americano Bill Cosby foi esta terça-feira condenado a uma pena de prisão de três a 10 anos e considerado um "predador sexual violento", por um juiz da Pensilvânia. A classificação significa que o homem de 81 anos terá de receber aconselhamento durante o resto da vida, assim como o seu nome irá aparecer no registo dos criminosos sexuais.

    SIC

  • O que está a mudar na Arábia Saudita

    Mundo

    A luta contra a discriminação de género e as reformas na cultura continuam a dar largos passos, na Arábia Saudita. A mais recente novidade é que, pela primeira vez, uma mulher foi autorizada a apresentar as notícias, na televisão estatal. Desde as mulheres que já podem conduzir ao regresso do cinema, saiba o que está a mudar no país conservador.

    Ana Rute Carvalho

  • A tecnologia que promete melhorar o estacionamento nos centros urbanos
    8:05
  • Um em cada três trabalhadores em risco de esgotamento profissional
    1:11
  • Brasileiro terá escondido provas do caso Lava Jato em casas em Lisboa
    2:15

    Operação Lava Jato

    A Polícia Judiciária fez buscas e apreensões em Lisboa, no âmbito do caso brasileiro Lava Jato. A operação ocorreu a partir de um pedido de cooperação internacional das autoridades brasileiras. O alvo da operação é um homem brasileiro acusado de envolvimento com luvas. Mário de Miranda terá escondido provas e documentos em casas da capital portuguesa.