Mundo

Grécia vai autorizar uso da canábis para fins terapêuticos em breve

Costas Baltas

A Grécia vai autorizar o uso da canábis para fins terapêuticos através de uma emenda, a submeter em breve ao Parlamento, o que vai atrair investimentos no setor, anunciou este domingo o ministro do Desenvolvimento Agrícola, Yannis Tsironis.

"Dentro de algumas semanas, vai ser apresentada uma emenda ao Parlamento para definir o quadro legislativo da cultura e do fabrico de produtos farmacêuticos à base de canábis medicinal, o que abrirá caminho a investimentos gregos e estrangeiros", disse o ministro à agência France-Presse.

O volume de negócios que esses investimentos podem gerar "é estimado entre 1,5 e 2 mil milhões de euros", precisou, acrescentando que há empresas gregas, mas também australianas e canadianas, interessadas em investir.

O ministro e outros responsáveis governamentais visitaram este fim de semana a primeira exposição internacional de canábis medicinal organizada na Grécia, em que participaram cerca de 100 empresas, gregas e estrangeiras.

O clima da Grécia é considerado por especialistas muito favorável à cultura da canábis.Em 2017, o Governo grego autorizou a importação, sob determinadas condições, de produtos farmacêuticos à base de canábis medicinal, e a cultura de cânhamo ('cannabis sativa') para a indústria.

Lusa

  • O relato do acidente na 2ª circular: camião entrou em contramão, 3 feridos, um grave
    2:09

    País

    Um acidente aconteceu esta manhã na 2ª Circular, em Lisboa, quando um camião de mercadorias entrou em contramão. No total, nove viaturas estiveram envolvidas no acidente e três pessoas ficaram feridas, uma em estado grave. A jornalista Mónica Martins faz o ponto de situação quando passava pouco das 9h00. O trânsito esteve cortado até ao final da manhã.

  • Incendiários - Investigação
    0:34
  • Vacina da gripe disponível a partir de hoje

    País

    A vacina da gripe começa hoje a estar disponível, sendo gratuita e sem necessidade de receita médica no Serviço Nacional de Saúde para pessoas a partir dos 65 anos, residente em lares e para alguns doentes crónicos.

  • De quem era "a mão por detrás do arbusto"? Cavaco Silva ou José Sócrates?
    1:27
  • Chegou a Portugal a primeira sala onde é possível destruir tudo
    1:51
  • Bolsonaro continua à frente nas sondagens
    1:49