Mundo

Pai que tatuou cicatriz do filho com cancro despede-se do menino

Gabriel Marshall, um menino de nove anos que sofria de um tumor cerebral, morreu há cerca de uma semana no estado norte-americano do Kansas. Gabriel e o pai ficaram conhecidos em 2016, quando o progenitor fez uma tatuagem na cabeça, a imitar a cicatriz do filho.

Gabe, era assim que era chamado, foi diagnosticado com cancro em 2015. Quando Josh percebeu que o filho sentia vergonha da cicatriz que tinha na cabeça, decidiu fazer uma tatuagem semelhante no mesmo sítio. Depois de partilhar uma fotografia dos dois nas redes sociais, lado a lado, os dois tornaram-se rapidamente populares.

O menino não resistiu ao cancro e acabou por morreu há cerca de uma semana.

Depois da morte de Gabe, o pai despediu-se nas redes sociais com uma mensagem de homenagem ao filho e agradecimento a todos os que foram solidários durante o tempo em que o rapaz de 9 anos esteve doente.

A mensagem também recorda momentos felizes entre os dois.

  • Investigadores sugerem redução de 10 a 20% no preço dos medicamentos
    1:24
  • Descoberta arqueológica da década no Tejo
    2:03