Mundo

Aquecimento global "encerra" instalações de treino de esquiadores dos EUA

Jason Lee

A organização Public Citizen denunciou sexta-feira que o aquecimento global provocou o encerramento das instalações de treino de numerosos esquiadores da equipa dos EUA, que se preparam para os Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang 2018.

"Campo dos Campiões", uma zona de preparação de esquiadores citada em Whistler, na Columbia Britânica canadiana, foi o lugar de treino de atletas norte-americanos como Shaun White, duas vezes campeão olímpico em snowboard, ou Joss Christensen, medalha de ouro de slopestyle em Sochi 2014.

"Cada vez mais os atletas de inverno têm de lutar para encontrar lugar para treinar, além de que as suas competições são cada vez mais perigosas e injustas devido às más condições", disse o diretor do programa do clima da Public Citizen, David Arkush.

Aquela emblemática instalação teve de fechar portas, ao fim de 28 anos de atividade, por falta de neve e pelas temperaturas amenas registadas naquela região do sudoeste do Canadá.

Arkush adiantou que "não é de estranhar" qeu os desportistas olímpicos estejam a começar a falar e a ganhar consciência do aquecimento global, que afeta a sua profissão em pleno. Neste sentido, o especialista em esqui acrobático e participante nos Jogos de PyeonChang 2018, Mac Bohonnon, indicou em comunicado que as alterações climáticas são "inegáveis" e "comuns" em vários lugares do mundo, queixando-se do seu impacto na sua vida profissional.

Segundo informação divulgada pela Public Citizen, em 2050 nove cidades que acolheram Jogos Olímpicos no passado não vão estar suficientemente frias para acolherem outros, incluindo Sochi (Rússia), Vancouver (Canadá), Oslo (Noruega), Chamonix (França) ou Sarajevo, capital da Bósnia e Herzegovina.

De facto, nas duas últimas edições destes Jogos de inverno, em Vancouver 2010 e Sochi 2014, houve problemas nas pistas, provocados pelas altas temperaturas e a falta de neve.

Lusa

  • Temperatura alta e baixa humidade vão manter-se
    2:04

    País

    A Proteção Civil vai prolongar o alerta vermelho em sete distritos do norte até quarta-feira, devido ao aumento do número de fogos nos últimos dias. Só no fim de semana foram registados mais de 200 incêndios. As temperaturas altas e a baixa humidade vão manter-se.

  • Cada vez mais pessoas escolhem trabalhar no setor imobiliário 
    3:05