Mundo

Pelo menos 38 jihadistas mortos e 526 detidos em operação antiterrorista no Egipto

Pelo menos 38 jihadistas morreram no norte e no centro do Sinai egípcio e 526 foram detidos em quatro dias de uma vasta operação antiterrorista, de acordo com um comunicado do exército divulgado esta terça-feira.

O exército lançou na sexta-feira passada uma campanha para "limpar"o Sinai (nordeste), o Delta do Nilo e a fronteira ocidental do deserto da Líbia.

Depois da destituição do Presidente islâmico Mohamed Morsi do exército, em 2013, as forças de segurança têm lutado contra grupos extremistas, incluindo a organização do Daesh, que fez centenas de mortos entre soldados, polícias e civis na zona.

Um raid e uma troca de tiros em Al-Arih, capital do Sinai do Norte, resultaram "na eliminação de uma célula terrorista muito perigosa composta por 10 extremistas", anunciou hoje o porta-voz das Forças Armadas, Tamer el-Refai.

Com este anúncio, o balanço dos jihadistas mortos eleva-se para 38 desde o início desta campanha, chamada de "Sinai2018".

No total, foram também detidas 526 pessoas, das quais 400 só na segunda-feira, de acordo com comunicados pulicados pelo exército desde o início da operação.

No final de novembro, o Presidente, Abdel Fattah al-Sissi, o único candidato à eleição de 26 de março, deu três meses ao seu chefe do Estado Maior para restabelecer a segurança e a estabilidade no Sinai.

Lusa

  • Diretor do Museu Serralves demite-se

    Cultura

    O diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, apresentou esta sexta-feira o pedido de demissão à administração da Fundação Serralves.

  • Filho de José Eduardo dos Santos vai a tribunal pelo "caso dos 500 milhões"
    1:44

    Mundo

    O filho do ex-Presidente angolano José Filomeno dos Santos e o ex-governador do Banco Nacional de Angola Valter Filipe enfrentam a acusação do Ministério Público, no chamado "caso dos 500 milhões", que os acusa de alegada associação criminosa, fraude e branqueamento de capitais. Em Luanda, a Procuradoria-Geral da República confirmou o envio do processo para tribunal.

  • Personalidades do futebol dizem que Ronaldo foi vítima de excesso de zelo
    2:03

    Desporto

    A UEFA vai anunciar o castigo de Cristiano Ronaldo na próxima quinta-feira, depois do cartão vermelho que o internacional português recebeu no jogo da Liga dos Campeões. O castigo pode ir de um a três jogos de suspensão. Várias personalidades do mundo do futebol acreditam que o jogador foi vítima do excesso de zelo do árbitro.

  • PGR de Angola confirma detenção de antigo ministro

    Mundo

    A Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola confirmou esta sexta-feira a detenção do antigo ministro dos Transportes angolano, Augusto Tomás, indiciado pela prática dos crimes de peculato, corrupção, branqueamento de capitais, entre outros puníveis pelo Código Penal.