Mundo

Trump diz que ouviu "muitas ideias, algumas boas", sobre segurança nas escolas

Kevin Lamarque

O Presidente norte-americano, Donald Trump, disse esta quinta-feira que surgiram "muitas ideias, algumas boas e outras não tão boas", na reunião bipartidária sobre segurança escolar realizada na quarta-feira na Casa Branca.

"Muitas ideias, algumas boas e outas não tão boas surgiram na nossa reunião bipartidária sobre segurança escolar ontem na Casa Branca", escreveu esta quinta-feira Donald Trump, na sua página oficial da rede social Twitter.

Na quarta-feira, o Presidente norte-americano tinha acusado alguns dos congressistas e senadores de terem medo da Associação Nacional de Espingardas (NRA, na sigla em inglês), um poderoso grupo de pressão que se opõe a um maior controlo das armas.

"Alguns de vocês estão petrificados (de medo em relação) à NRA e não podem estar", disse.

O mandatário assegurou estar disposto a desafiar essa organização em algumas propostas e sugeriu que, em vez de aprovar leis separadas, o ideal seria fazer passar uma única medida legislativa que aborde vários dos problemas relacionados com os frequentes tiroteios em escolas - como o que causou 17 mortos em fevereiro num liceu em Parkland, Florida - e noutros lugares do país.

Para além disso, Donald Trump demonstrou recetividade ao aumento do controlo dos antecedentes criminais e da saúde mental para a compra de armas de fogo, bem como o aumento da idade mínima, de 18 para 21 anos, para a aquisição destas armas.

Trump sugeriu ainda a possibilidade de confiscar armas a uma pessoa, mesmo sem haver um pedido judicial."O controlo dos antecedentes tem de entrar na discussão. As zonas livres de armas são alvos fáceis para assassinos. Passados tantos anos, é necessário um projeto de lei. Respeito pela 2.ª Emenda!", anunciou Presidente norte-americano, hoje no Twitter.

Nos últimos dias, Trump parece estar a tentar equilibrar dois pesos aparentemente incompatíveis entre si.

Por um lado, "o direito do povo ter e usar armas não pode ser infringido" - 2.ª Emenda da constituição norte-americana - e o término das zonas livres de armas, como as escolas, por outro lado, a possibilidade de confiscar armas a uma pessoa, mesmo sem haver um pedido judicial.

Hoje está programada mais uma reunião sobre a segurança nas escolas.

Lusa

  • Diretor artístico demite-se do Museu de Serralves
    2:44

    Cultura

    Estão ainda por esclarecer as razões da demissão do diretor artístico do Museu de Serralves. João Ribas apresentou a demissão esta sexta-feira, um dia depois da inauguração da exposição do fotógrafo Robert Mapplethorp. A demissão foi associada a restrições a algumas imagens de cariz sexual explícito. Mas a Fundação de Serralves garante que foi o próprio João Ribas quem decidiu retirar duas obras da exposição. E sublinha que estava decidido desde o início apresentar as obras de cariz sexual explícito numa zona com acesso restrito.

  • Personalidades do futebol dizem que Ronaldo foi vítima de excesso de zelo
    2:03

    Desporto

    A UEFA vai anunciar o castigo de Cristiano Ronaldo na próxima quinta-feira, depois do cartão vermelho que o internacional português recebeu no jogo da Liga dos Campeões. O castigo pode ir de um a três jogos de suspensão. Várias personalidades do mundo do futebol acreditam que o jogador foi vítima do excesso de zelo do árbitro.