Mundo

Pai castiga filho por fazer bullying e obriga-o a ir para a escola a correr

Bryan Thornhill colocou um vídeo no Facebook que está a dar que falar. O norte-americano decidiu castigar o filho de 10 anos por este fazer bullying aos colegas. Durante uma semana, Hayden teve de ir a correr para a escola e o pai filmou tudo. Algumas pessoas elogiaram a posição de Thornhill mas também houve quem criticasse, acusando-o de abuso infantil

No estado da Virgínia, nos Estados Unidos, Bryan acompanhou, durante uma semana, a corrida do filho até à escola (um percurso de cerca de 1,6 quilómetros), para se certificar que nada acontecia à criança. Enquanto isso, filmava todo o percurso.

"O meu filho foi expulso do autocarro durante três dias por fazer bullying aos colegas e isso eu não tolero", revela Thornhill no vídeo publicado no Facebook.

O homem diz que após a corrida até à escola o filho fica "sem energia para fazer asneiras".

"Eduquem os vossos filhos. Não sejam amigos, sejam pais. Hoje em dia as crianças precisam de pais", revelou no vídeo.

Bryan Thornhill acredita que o menino de 10 anos aprendeu uma lição, uma vez que o seu comportamento tem melhorado ao longo dos dias.

Várias pessoas reagiram à postura de Thornhill nas redes sociais. Como sempre, há quem esteja de acordo enquanto outros criticam, acusando-o de abuso infantil por deixar o filho a correr à chuva.

  • Acidente faz um morto e obriga ao corte da A4
    1:05

    País

    Uma pessoa morreu esta manhã na A4, no viaduto do Corgo, na A4, perto de Vila Real, obrigando a um corte temporário do trânsito no sentido Amarante-Vila Real-Bragança. A GNR está a investigar como confirmou à SIC o comandante Macel Lopes, da GNR de Vila Real.

  • Britânicos lançam rede para limpar lixo espacial
    0:20
  • "Eu chupo e você?", a campanha contra as palhinhas que já dão multas no Brasil
    2:36