Mundo

De Niro não poupa críticas a Trump e diz que "continua a ser um idiota"

Rob Latour/Variety/REX/Shutterstock

Na mesma noite em que Donald Trump visitou pela primeira vez Los Angeles depois de ter tomado posse, Robert De Niro não poupou críticas ao Presidente norte-americano. Num evento sobre educação onde discursava, o ator prometeu não se "calar" e disse que Trump "continua a ser um idiota".

"Um curso universitário é importante, mas educação sem humanidade é ignorância", afirmou De Niro durante o evento para o qual foi convidado no Fulfillment Fund, uma associação que promove o acesso ao ensino superior.

"Olhem para o nosso presidente, ele frequentou a universidade da Pensilvânia e mesmo assim continua um idiota", acrescentou, uma declaração que não deixou a plateia indiferente, que vaiou o nome de Trump por várias vezes.

De Niro afirmou que a falta de humanidade e compaixão do presidente se deve ao facto de ter tido de suportar o "peso de ter nascido milionário", uma afirmação claramente irónica.

Apesar de não querer "politizar o momento", o ator fez questão de garantir que não se calará enquanto a liderança do país for "corrupta". "Falarei em todos os momentos, porque permanecer em silêncio é ser cúmplice".

O ator acusa ainda Trump de lucrar através da educação, questionando mesmo os presentes se alguma vez tirariam um curso superior na "Trump University". Incitando os alunos a frequentarem uma instituição "legítima", disse ainda que está nas mãos dos estudantes voltarem a conferir dignidade à posição de presidente dos EUA.

Um discurso onde Donald Trump não foi poupado, e que terminou com uma ovação.