Mundo

Quem é o homem que vai suceder aos irmãos Castro?

Miguel Díaz-Canel é o nome de quem todos falam como o mais provável a suceder Raúl Castro na presidência de Cuba. Atual vice-presidente dos cubanos, Díaz-Canel, foi esta quarta-feira proposto na Assembleia Nacional do Poder Popular como próximo Presidente do país. Raúl Castro de 86 anos abandona o cargo após dois mandatos.

Miguel Díaz-Canel junto à esposa Lis Cuesta

Miguel Díaz-Canel junto à esposa Lis Cuesta

POOL New

Miguel Díaz-Canel nasceu a 20 de abril de 1960 em Placetas, na província cubada de Villa Clara.

Depois de completar o serviço militar obrigatório, formou-se em engenharia eletrónica na Universidade de Las Villas, onde mais tarde foi professor. "Ele é um engenheiro que pensa em termos de eficiência, questionando-se qual é o sistema que lhe trará mais resultados", contou o cientista político López Levy à BBC.

Entre 1994 e 2003 foi secretário do Partido Comunista em Villa Clara. Desde 2003 que integra o Comité Central do Partido Comunista de Cuba.

Casado com uma professora e pai de dois filhos do primeiro casamento, Díaz-Canel ocupa o cargo de vice-presidente em Cuba desde fevereiro de 2013.

Díaz-Canel nasceu depois da revolução de 1959

Prestes a completar 58 anos, esta sexta-feira, Díaz-Canel faz parte da primeira geração de políticos cubanos nascidos depois da revolução de 1959 e queda de Fulgêncio Batisa.


POOL New

O primeiro contacto de Díaz-Canel com os irmãos Castro

O cientista político López Levy conta ainda que Díaz-Canel conseguiu impressionar Fidel Castro quando este visitou a província de Villa Clara. Na altura, o político Díaz-Canel conseguiu mobilizar um grande número de pessoas em poucas horas.

Desde 2003 que Díaz-Canel mantém uma relação profissional com Raúl Castro. Foi quando aceitou dirigir a província de Holguín que Raúl Castro tratou da sua candidatura ao Comité Central do Partido Comunista. Em 2009, um ano após Raúl Castro assumir o cargo de primeiro-ministro, Díaz-Canel assumiu a pasta de ministro da Educação. Depois de ministro foi nomeado para vice-presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros.

Handout .

López Levy sublinha que "distanciar-se de Raúl Castro poderia tê-lo colocado em risco".

Se for eleito, será a primeira vez em 60 anos que Cuba não terá um membro da família Castro no poder.

Raúl Castro, de 86 anos, abandona o cargo após dois mandatos.