Mundo

Trump acredita que Kim Jon-Un não voltará atrás com o compromisso

Trump acredita que Kim Jon-Un não voltará atrás com o compromisso

Donald Trump disse hoje que não espera que o líder da Coreia do Norte volte atrás com o compromisso hoje assinado entre eles, onde se comprometeu com a total desnuclearização da Coreia do Norte. O Presidente norte-americano acrescentou com ironia ainda que, se isso acontecer, arranjará alguma desculpa para não admitir que se enganou.

  • "É uma honra e vamos ter uma relação magnífica"
    0:34

    Mundo

    Antes da reunião das delegações, Kim Jong-Un e Donald Trump falaram aos jornalistas. O Presidente norte-americano estava otimista de que iam ter uma "ótima discussão". Já o líder norte-coreano salientou os "antigos preconceitos" que foram obstáculos ao progresso e que ulpassaram para estarem ali reunidos. A cimeira entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte realizou-se hoje em Singapura.

  • Documento assinado por Trump e Kim não menciona "desnuclearização completa e irreversível" de Pyongyang

    Mundo

    O líder norte-coreano reafirmou o compromisso de "desnuclearização completa da Península da Coreia". Kim Jong-un e Donald Trump assiaram hoje um documento conjunto na Cimeira de Singapura. Segundo a agência France Presse (AFP), que fotografou o documento, o texto não menciona a exigência norte-americana de "desnuclearização completa e irreversível" - a fórmula que significa o abandono completo do armamento e a aceitação de missões de inspeção -, mas reafirma o compromisso anterior, mais vago.

  • O histórico aperto de mão entre Trump e Kim
    0:34

    Mundo

    A Cimeira de Singapura começou com este histórico aperto de mão entre Donald Trump e Kim Jong-un. Depois de quase 70 anos de confrontos políticos, no seguimento da Guerra da Coreia e de 25 anos de tensão sobre o programa nuclear de Pyongyang, o encontro de Singapura é o primeiro entre os líderes dos dois países.

  • Muitos planetas fora do Sistema Solar podem ter água

    Mundo

    Cientistas concluíram que muitos planetas fora do Sistema Solar podem ter até 50 por cento de água, baseando-se numa nova análise de dados obtidos do telescópio Kepler e do satélite Gaia, foi esta sexta-feira divulgado.