Mundo

Bebé morre depois de médico se enganar a escrever a receita

O Ministério Público de Amazonas, no Brasil, está a investigar a morte de um bebé de 10 meses, que morreu domingo no hospital, depois de o médico que o atendeu se ter enganado a escrever a receita.

O bebé deu entrada no hospital com febre e vómitos, foi visto pelo médico e acabou por ficar internado, tendo-lhe sido receitados dipirona e 25 miligramas de prometazina, medicação utilizada para combater reações alérgicas.

Depois de ter sido administrada a medicação prescrita, o estado de saúde de Henzo começou a piorar. À Globo, o pai do bebé, Rômulo Souza, conta que foi chamado pelo médico, que pediu para ver a receita.

"O meu filho já estava muito doente ao fim de dois dias. (...) O médico chamou-me em particular e pediu para ver a receita. Mostrei-lhe uma cópia e ele pegou na caneta e acrescentou um ponto [entre o 2 e o 5]. Disse 'eu errei aqui'. Fiquei a pensar 'será que ele quis apagar a prova?'", explicou o pai.

A criança foi transferida para o Hospital do Exército na última quarta-feira, mas acabou por não resistir. Na certidão de óbito, a causa de morte oficial é um edema cerebral e uma hemorragia intracraniana.

Só depois deste incidente foi descoberto que o médico não está registado no Conselho Regional de Medicina. Segundo o promotor de justiça Carlos Firmino, tanto o médico como quem o contratou poderão ser penalizados.

O caso está a ser investigado pelo Ministério Público brasileiro.

  • "Acabámos com 6 jogadores da formação na equipa"
    1:27

    Desporto

    No final do jogo, João Manuel Pinto, treinador do Sertanense, mostrou-se orgulhoso com o trabalho da equipa, que joga no terceiro escalão do futebol português. Já Rui Vitória preferiu destacar a qualidade dos jogadores do Benfica que, apesar de serem menos utilizados neste inicio de época, estiveram em evidência.

  • "Pedro Proença quer que eu saia a todo o custo"
    3:00
  • Chuvas fortes afetam várias regiões em Espanha

    Mundo

    As chuvas fortes que afetam desde quinta-feira Espanha, as mais intensas da última década, estão a provocar problemas em várias regiões, em especial nas províncias da Comunidade Valenciana, mas sem registo de ocorrências graves nem danos pessoais.

  • Sextortion, o novo método de chantagem sexual na Internet
    2:17
  • Destruído mural de Vhils em Alcântara

    Cultura

    O mural, criado por Vhils, na parede da antiga fabrica da Sidul na Avenida da Índias, em Lisboa, foi esta quinta-feira destruído para dar lugar a um empreendimento urbanístico.