Mundo

EUA não cumprem prazo legal para entregar crianças separadas

Loren Elliott

A administração norte-americana não cumpriu o prazo definido pelos tribunais para entregar 102 crianças com menos de 5 anos aos pais, dos quais foram separadas após entrarem ilegalmente nos Estados Unidos, foi esta quarta-feira divulgado pelos 'media' norte-americanos.

Em finais do mês passado, o juiz federal de San Diego (Califórnia) Dana Sabraw ordenou à administração liderada pelo Presidente Donald Trump que reunisse as cerca de 100 crianças com menos de 5 anos até à meia-noite de terça-feira (hora local).

As restantes crianças, num total que oscila entre as 2.000 e as 3.000, têm de ser reunidas com os pais até 26 de julho.

Até à hora limite do prazo (05:00 hora de Lisboa), apenas 34 crianças com menos de 5 anos tinham sido entregues aos respetivos pais, segundo o canal de notícias norte-americano CNN. A par destas 34 crianças, o canal indicou que outros quatro menores já tinham entregues antes do prazo limite.

De acordo com a CNN, que cita fontes do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (HHS), responsável pela tutela dos menores que atualmente estão em centros de detenção, as autoridades não entregaram os restantes menores por causa da impossibilidade de verificar o grau de parentesco em tempo útil.

A administração Trump foi alvo de fortes críticas, internas e externas, por causa da separação de crianças menores indocumentadas dos respetivos pais, igualmente indocumentados, na fronteira entre os Estados Unidos e o México no âmbito da política migratória de "tolerância zero".

As separações começaram em meados de abril e ocorreram até junho, tendo sido suspensas após as fortes críticas.A política desencadeou uma vaga de protestos em todo o país.

Lusa

  • Onde está a ajuda às vítimas do fogo de Monchique? Autarquia apela à solidariedade
    1:56
  • "Ontem o Benfica esteve melhor, esteve bem"
    4:37

    Edição da Manhã

    Benfica segue em frente na Liga dos Campeões, depois de ter vencido o Fenerbahçe por 2-1 no conjunto das duas mãos. Os gregos do PAOK são o próximo adversário no Play Off de acesso à Champions, o comentário do jornalista Fernando Guerra.

  • "Graças à equipa consegui o meu primeiro golo"
    0:23
  • Turismo abranda e portugueses preferem passar férias no estrangeiro
    3:41

    Economia

    O turismo em Portugal está a abrandar. Em junho já se registaram menos dormidas do que nos meses anteriores. Ingleses, alemães, espanhóis e franceses vêm menos e passam menos tempo em Portugal. Também os portugueses estão a escolher destinos no estrangeiro, porque sai mais barato do que passar férias no Algarve.

  • Donald Trump acusa ex-assessora de ser "um cão"

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump aumentou esta terça-feira o tom do confronto com a antiga assessora Omarosa Manigault Newman, que chegou a ser a afro-americana com estatuto mais elevado na Casa Branca, designando-a como "esse cão!".