Mundo

Número de mortos em atentado no Paquistão sobe para 70

STRINGER

Pelo menos 70 pessoas morreram e mais de 120 ficaram feridas na explosão de uma bomba durante um comício eleitoral na cidade de Mastung, no sudoeste do Paquistão, indicou esta sexta-feira um novo balanço do ministro regional da Saúde.

Segundo Faiz Kakar, citado pela agência francesa AFP, "70 corpos encontram-se em seis hospitais diferentes" e mais de 120 pessoas ficaram feridas, entre as quais "15 a 20 estão em estado critico".

Previamente, o ministro do Interior da província de Baluchistão, Agha Umar Bungalzai, tinha anunciado a morte de 25 pessoas.

De acordo com Bungalzai, o ataque teve como alvo um comício do dirigente político Mir Siraj Raisani, que morreu.

Este ataque foi o segundo ocorrido esta sexta-feira durante um comício eleitoral no Paquistão, onde as eleições legislativas serão realizadas a 25 de julho sob um clima tenso.

Esta sexta-feira de manhã, uma bomba escondida numa moto explodiu perto de Bannu (noroeste), durante a passagem do comboio de outro candidato às eleições, matando quatro pessoas e ferindo outras 40, anunciou a polícia.

O candidato visado, Akram Khan Durrani, representante de uma coligação de partidos religiosos (MMA), sobreviveu ao ataque.

Lusa