Mundo

Dois palestinianos mortos a tiro por soldados israelitas na Faixa de Gaza

HAITHAM IMAD

Dois palestinianos foram mortos a tiro esta sexta-feira, na Faixa de Gaza, por soldados israelitas. Estes protestos ocorrem numa altura em que está a ser mediada uma trégua entre Israel e o movimento islâmico Hamas.

Esta semana, vários grupos palestinianos lançaram mais de 180 rockets contra território israelita, em resposta o exército de Israel bombardeou 140 objetivos militares do Hamas na Faixa de Gaza.

Desde o final de março, quando começaram estes protestos semanais, morreram mais 150 palestinianos e milhares de pessoas ficaram feridas.

A União Europeia alerta que Gaza e Israel estão "perigosamente próximos" de um novo conflito e apela a necessidade de evitar a morte de civis.

  • PM israelita convoca gabinete de segurança devido a situação em Gaza

    Mundo

    O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, convocou hoje uma reunião de emergência do gabinete de segurança, para analisar a crise em Gaza, após o lançamento na última noite de mais de 180 rockets pelas milícias palestinianas. Israel respondeu com bombardeamentos contra o Hamas, matando um elemento do movimento radical, uma mulher grávida e a sua filha.

  • Benfica defronta hoje o Sertanense no Estádio Cidade de Coimbra

    Desporto

    O Benfica, recordista de títulos na Taça de Portugal de futebol, assinala hoje a entrada em cena dos clubes primodivisionários na prova, ao defrontar o Sertanense, do Campeonato de Portugal, no arranque da terceira eliminatória. O jogo entre o líder da I Liga, em igualdade com o Sporting de Braga, e o oitavo classificado da série C do terceiro escalão - que nunca se defrontaram - tem início marcado para 20h45, no Estádio Cidade de Coimbra, devido à falta de condições do relvado do recinto da equipa da Sertã.

  • O "amor cego" de Francisco por Maria Leal
    35:21
  • Protesto contra abertura de templo a mulheres faz 30 feridos na Índia
    1:36
  • A "bebé milagre" que nasceu com 635 gramas faz 1 ano

    Mundo

    Uma recém-nascida britânica foi apelidada pelos médicos de "bebé milagre" e é fácil perceber porquê: nasceu às 27 semanas de gestação, pesava 635 gramas e sofreu duas paragens cardíacas, que impediram o coração de bater durante 22 minutos. Esta quarta-feira, completou um ano de vida.