Mundo

"The Boston Globe" apela a uma "guerra editorial" aos ataques de Trump

Brian Snyder

O diário norte-americano The Boston Globe, jornal de referência nos EUA e várias vezes vencedor de prémios Pulitzer, apelou a uma resposta editorial coordenada da imprensa norte-americana contra os frequentes ataques do Presidente Donald Trump.

O 'The Boston Globe' apelou aos jornais de todo o país para publicarem a 16 de agosto editoriais a denunciar o que apelida de "guerra suja contra a liberdade de imprensa".

O diário quer que os jornais norte-americanos tomem uma posição independentemente da sua orientação política e de geralmente publicarem editoriais, ou não, contra ou a favor das políticas da administração Trump.

O Presidente dos EUA frequentemente caracteriza a imprensa como "fake news" (notícias falsas, na tradução em português) e os jornalistas como os seus verdadeiros oponentes políticos.

Marjorie Pritchard, que dirige a página editorial do 'The Boston Globe', diz que dezenas de jornais já concordaram em escrever editoriais, incluindo jornais diários de grande tiragem e outros de menor dimensão.

Lusa

  • A SIC foi conhecer o homem que ajuda a encontrar crianças açorianas levadas para os EUA
    1:07
  • 3º dia de interrogatórios no TIC do Porto por suspeitas no Turismo do Porto e Norte
    1:03

    País

    Pelo terceiro dia consecutivo, continuam a ser ouvidos os arguidos da Operação Éter, que investiga um alegado esquema de corrupção orquestrado pelo presidente do Turismo do Porto e do Norte que terá lesado o Estado em cinco milhões de euros. Esta manhã começou a prestar depoimento uma jurista da instituição que diz que a sua detenção foi completamente descabida e exagerada.

  • Ministro saudita diz que morte de jornalista é um "erro grave"
    0:31
  • As imagens da festa privada que acabou mal nos EUA: piso colapsa e arrasta dezenas de jovens
    0:31