Mundo

Alegadas vítimas de abusos entregam testemunhos ao Dalai Lama

Aijaz Rahi

Quatro pessoas que denunciaram abusos físicos e psicológicos por parte de vários professores budistas tibetanos entregaram hoje ao Dalai Lama testemunhos escritos de 12 supostas vítimas.

Um grupo que usou o hashtag "metooguru" reuniu cerca de 1.300 assinaturas numa petição, que decorreu online, a pedir uma reunião com o líder espiritual dos budistas para que fossem recebidos os testemunhos das alegadas vítimas.

No primeiro de quatro dias de visita à Holanda, o Dalai Lama esteve reunido cerca de 20 minutos com quatro representantes do grupo, que pediram para que usasse da sua autoridade moral para influenciar a fé.

"O que nós pretendemos é que ele seja claro sobre o facto de os líderes religiosos budistas tibetanos não estarem acima da lei", disse Oane Bijlsma, uma das quatro pessoas presentes no encontro.

Na reunião, o Dalai Lama ter-se-á comprometido a agir, e disse que iria apresentar os relatos das 12 alegadas vítimas durante uma reunião com professores budistas sobre os abusos sexuais, físicos e psicológicos. O Dalai Lama não prestou declarações aos jornalistas após o encontro.

Lusa

  • Diretor do Museu Serralves demite-se

    Cultura

    O diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, apresentou esta sexta-feira o pedido de demissão à administração da Fundação Serralves.

  • Filho de José Eduardo dos Santos vai a tribunal pelo "caso dos 500 milhões"
    1:44

    Mundo

    O filho do ex-Presidente angolano José Filomeno dos Santos e o ex-governador do Banco Nacional de Angola Valter Filipe enfrentam a acusação do Ministério Público, no chamado "caso dos 500 milhões", que os acusa de alegada associação criminosa, fraude e branqueamento de capitais. Em Luanda, a Procuradoria-Geral da República confirmou o envio do processo para tribunal.

  • Personalidades do futebol dizem que Ronaldo foi vítima de excesso de zelo
    2:03

    Desporto

    A UEFA vai anunciar o castigo de Cristiano Ronaldo na próxima quinta-feira, depois do cartão vermelho que o internacional português recebeu no jogo da Liga dos Campeões. O castigo pode ir de um a três jogos de suspensão. Várias personalidades do mundo do futebol acreditam que o jogador foi vítima do excesso de zelo do árbitro.

  • PGR de Angola confirma detenção de antigo ministro

    Mundo

    A Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola confirmou esta sexta-feira a detenção do antigo ministro dos Transportes angolano, Augusto Tomás, indiciado pela prática dos crimes de peculato, corrupção, branqueamento de capitais, entre outros puníveis pelo Código Penal.