Mundo

Investigadores descobrem método de calcular o local de nascimento do Sol

NASA NASA

Investigadores descobriram uma forma de calcular o local de nascimento do Sol e outras estrelas da Via Láctea, segundo um estudo hoje divulgado, realizado por uma equipa internacional em colaboração com o Instituto de Astrofísica da Universidade do Porto.

Segundo o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) da Universidade do Porto, o estudo de arqueologia galáctica, hoje publicado na revista "Monthly Notices of the Royal Astronomical Society", demonstrou ser possível estimar os locais de nascimento das estrelas da nossa galáxia.

Em comunicado, o instituto explica que foi através de um espetrógrafo (equipamento que realiza o registo fotográfico) de alta resolução, montado no telescópio de 3,6 metros do European Southern Observatory (ESO), no Chile, que a equipa conseguiu calcular os locais de nascimento de cerca de 600 estrelas na vizinhança do Sol. "A equipa desenvolveu um método para recuperar a história de migração das estrelas, ao usar as idades e composição química das estrelas como artefactos arqueológicos", acrescenta.

De acordo com o investigador do IA e da Universidade do Porto, Vardan Adibekyan, citado no comunicado, este estudo permitiu descobrir que "a nossa estrela pode não ter vagueado pela galáxia tanto quanto pensávamos até agora e que a distância ao centro da galáxia onde nasceu pode ser semelhante à que tem atualmente". O instituto salienta ainda que o estudo foi possível "porque a taxa de formação de estrelas aumenta do interior para o exterior do disco, com a abundância de determinados elementos a ser fortemente influenciada pela distância da estrela ao centro da galáxia". "Assim, sabendo a composição da estrela com precisão, é possível determinar o seu local de nascimento sem ter de recorrer a modelos complexos", garante o IA.

Segundo Ivan Minchev, do Leibniz Institute for Astrophysics Potsdam (AIP) e autor do artigo, citado no comunicado, esta descoberta vai permitir obter "uma imensidão de informação preciosa acerca do passado da Via Láctea". Já F. Anders, um dos coautores do artigo, acrescenta que no futuro, este método "pode ser aplicado a medições de alta qualidade da missão da Agência Espacial Europeia (ESA)" permitindo assim, "um cálculo muito detalhado da história migratória das estrelas".

Lusa

  • Enfermeiros iniciam greve de dois dias 

    Economia

    Os sindicatos dos enfermeiros deram início, à meia noite, a dois dias de greve nacional que visa pressionar o Governo a apresentar uma contraproposta ao diploma da carreira de enfermagem.

  • Novos e-mails põem em causa valores da saída de Garay do Benfica
    2:44

    Desporto

    O pirata informático suspeito de ter desviado centenas de e-mails do Benfica revelou mais material, alegadamente comprometedor. Segundo uma mensagem alegadamente trocada entre Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves, publicada esta quarta-feira na internet, o negócio da venda de Garay poderá ter sido feito por 13 milhões de euros e não por 6, como foi anunciado.

  • Saiba como escolher o melhor Plano Poupança Reforma
    8:32
  • Este pode ser um natal de sonho para os fãs de Harry Potter

    Mundo

    Os estúdios da Warner Brothers, em Londres, vão abrir as portas na época natalícia. Entre os dias 10 e 12 de dezembro o grande salão de Hogwarts servirá de cenário para um jantar que promete transportar os fãs de Harry Potter até ao imaginário de J.K. Rowling. Os bilhetes estão disponíveis a partir da próxima semana.

  • A imagem que está a emocionar a Índia

    Mundo

    A fotografia de um menino a despedir-se do pai, que morreu durante um acidente de trabalho, está a emocionar a Índia. Tanto que, num só dia, os internautas conseguiram angariar mais de três milhões de rupias (cerca de 36 mil euros) para ajudar a família.

    SIC

  • "Eu chupo e você?", a campanha contra as palhinhas que já dão multas no Brasil
    2:36

    Mundo

    A partir de hoje, o Rio de Janeiro vai multar até 340 euros todos os comerciantes que ofereçam palhinhas de plástico aos clientes. Em caso de reincidência, as multas podem ultrapassar os 1200 euros. Isto meses depois de ter sido lançada no país a campanha #paredechupar para eliminar os “canudos de plástico” que podem demorar mais de 400 anos a degradar-se. Só na União Europeia, são usadas 36,4 mil milhões de palhinhas todos os anos. Em todo o mundo, os números devem chegar aos mil milhões por dia.