Mundo

Macau admite içar o segundo sinal mais elevado de alerta com aproximação de tufão

Passagem do tufão Mangkhut pelas Filipinas

ROLEX DELA PENA / EPA

As autoridades de Macau admitiram hoje uma "probabilidade alta" de içar o sinal 9 de tempestade tropical, o segundo mais elevado, quando o tufão Manghkut atingir o ponto mais próximo do território, este domingo.

Em comunicado, os Serviços Meteorológicos e Geofísicos (SMG), referem uma "probabilidade muito alta" de içarem o sinal 8 entre a noite de hoje e a madrugada de domingo, dia em que são esperados "ventos muito fortes e inundações graves" e o alerta pode ser elevado para 9.

O aviso de "storm surge" [maré de tempestade] de nível vermelho pode também ser emitido hoje à tarde, admitem as autoridades, que apontam para uma subida do nível das águas entre um e 2,5 metros.

Pelas 11:00 (04:00 em Lisboa), a tempestade tropical encontrava-se a cerca de 790 quilómetros a sudeste de Macau, encaminhando-se para a costa oeste da província de Guangdong, no sul da China.

O sinal 1, em vigor desde as 11:00 (04:00 em Lisboa), vai ser substituído pelo sinal 3 às 18:00 (11:00 em Lisboa), indicaram os SMG.

O super tufão, o mais forte da temporada, atingiu a costa filipina pelas 01:40 (14:40 em Lisboa), com ventos de até 240 quilómetros por hora.

Apesar de ter enfraquecido ao entrar em terra, as autoridades acreditam que a tempestade ainda representa uma "grande ameaça" a Macau e às regiões da foz do Rio das Pérolas.

O Observatório de Hong Kong já admitiu içar o sinal 10, o mais elevado na escala de alerta. As províncias chinesas de Guangdong, Guangxi e Hainan já suspenderam transportes e estão a retirar parte da população.

Na sexta-feira, o Governo de Macau garantiu o abastecimento de bens e essenciais para a população, tais como água, combustível e produtos alimentares, bem como a "estabilidade dos preços das mercadorias".

O tufão Hato, o pior nos últimos 53 anos, atingiu Macau a 23 de agosto passado e causou dez mortos, mais de 240 feridos e prejuízos avaliados em 1,3 mil milhões de euros.

Lusa

  • Português revela nervosismo em Macau com a chegada de super tufão
    1:46

    Mundo

    Macau está a preparar-se para a chegada do super tufão Mangkhut. A situação para já ainda está tranquila. A SIC falou com Luís Monteiro, um português residente em Macau, que relembra os momentos difíceis vividos há um ano por causa do tufão Hato. O rasto de destruição que a tempestade deixou está ainda bem presente na memória de todos, e por isso há alguma ansiedade e nervosismo pela chegada do tufão Mangkhut.

  • Taxistas em protesto por tempo indeterminado
    1:59

    País

    Os taxistas que esta quarta-feira manifestaram-se em Lisboa, no Porto e em Faro decidiram continuar com o protesto por tempo indeterminado. No entender das associações dos profissionais, a luta só vai acabar quando conseguirem travar a lei que regula as plataformas digitais como a Uber ou a Cabify.

  • Novos e-mails põem em causa valores da saída de Garay do Benfica
    2:44

    Desporto

    O pirata informático suspeito de ter desviado centenas de e-mails do Benfica revelou mais material, alegadamente comprometedor. Segundo uma mensagem alegadamente trocada entre Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves, publicada esta quarta-feira na internet, o negócio da venda de Garay poderá ter sido feito por 13 milhões de euros e não por 6, como foi anunciado.

  • Saiba como escolher o melhor Plano Poupança Reforma
    8:32
  • Este pode ser um natal de sonho para os fãs de Harry Potter

    Mundo

    Os estúdios da Warner Brothers, em Londres, vão abrir as portas na época natalícia. Entre os dias 10 e 12 de dezembro o grande salão de Hogwarts servirá de cenário para um jantar que promete transportar os fãs de Harry Potter até ao imaginário de J.K. Rowling. Os bilhetes estão disponíveis a partir da próxima semana.

  • A imagem que está a emocionar a Índia

    Mundo

    A fotografia de um menino a despedir-se do pai, que morreu durante um acidente de trabalho, está a emocionar a Índia. Tanto que, num só dia, os internautas conseguiram angariar mais de três milhões de rupias (cerca de 36 mil euros) para ajudar a família.

    SIC

  • "Eu chupo e você?", a campanha contra as palhinhas que já dão multas no Brasil
    2:36

    Mundo

    A partir de hoje, o Rio de Janeiro vai multar até 340 euros todos os comerciantes que ofereçam palhinhas de plástico aos clientes. Em caso de reincidência, as multas podem ultrapassar os 1200 euros. Isto meses depois de ter sido lançada no país a campanha #paredechupar para eliminar os “canudos de plástico” que podem demorar mais de 400 anos a degradar-se. Só na União Europeia, são usadas 36,4 mil milhões de palhinhas todos os anos. Em todo o mundo, os números devem chegar aos mil milhões por dia.