Mundo

Síria diz ter interceptado mísseis israelitas em Damasco

A agência de notícias oficial da Síria, SANA, anunciou este sábado que as defesas antiaéreas do país intercetaram vários mísseis israelitas que tinham como alvo o Aeroporto Internacional de Damasco.

A agência, que cita uma fonte militar não identificada, adianta que se escutaram várias explosões no aeroporto da capital síria, informações confirmadas pelo Organização Não Governamental (ONG) Observatório Sírio dos Direitos Humanos, que tem observadores no terreno.

Rami Abdurrahman, responsável da ONG, adiantou que o ataque visava um conjunto de armazéns próximos do terminal onde está guardado um carregamento de armas alegadamente fornecido pelo Irão ou pelo grupo libanês Hezbollah.

A Síria acusou várias vezes Israel de realizar ataques com mísseis e aviões contra alvos em território sírio.

Israel raramente confirma oficialmente estes ataques militares, mas admitiu que usará a força para impedir o abastecimento de armas à Síria.

Ainda segundo a SANA, a 04 de setembro foram intercetados cinco mísseis lançados de aviões israelitas na localidade de Wadi Aiyun, na província da Hama, a norte de Damasco.

Em maio, Israel anunciou ter atacado dezenas de alvos na Síria, incluindo centros de controlo e logística, armazéns e infraestruturas militares, para, segundo explicou o exército israelita, enfrentar "os esforços terroristas do Irão e a sua expansão militar na Síria".

Israel manifestou desagrado pela presença próximo da sua fronteira de efetivos iranianos que apoiam as forças do presidente Bashar al-Assad, bem como do grupo xiita libanês Hezbollah, um dos principais inimigos de Israel.

No início deste mês, um alto responsável do exército israelita não identificado assegurou que o seu país atacou a Síria mais de 200 vezes no último ano e meio, segundo noticiou o jornal "Times of Israel".

Lusa

  • Taxistas em protesto por tempo indeterminado
    1:59

    País

    Os taxistas que esta quarta-feira manifestaram-se em Lisboa, no Porto e em Faro decidiram continuar com o protesto por tempo indeterminado. No entender das associações dos profissionais, a luta só vai acabar quando conseguirem travar a lei que regula as plataformas digitais como a Uber ou a Cabify.

  • Novos e-mails põem em causa valores da saída de Garay do Benfica
    2:44

    Desporto

    O pirata informático suspeito de ter desviado centenas de e-mails do Benfica revelou mais material, alegadamente comprometedor. Segundo uma mensagem alegadamente trocada entre Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves, publicada esta quarta-feira na internet, o negócio da venda de Garay poderá ter sido feito por 13 milhões de euros e não por 6, como foi anunciado.

  • Saiba como escolher o melhor Plano Poupança Reforma
    8:32
  • Este pode ser um natal de sonho para os fãs de Harry Potter

    Mundo

    Os estúdios da Warner Brothers, em Londres, vão abrir as portas na época natalícia. Entre os dias 10 e 12 de dezembro o grande salão de Hogwarts servirá de cenário para um jantar que promete transportar os fãs de Harry Potter até ao imaginário de J.K. Rowling. Os bilhetes estão disponíveis a partir da próxima semana.

  • A imagem que está a emocionar a Índia

    Mundo

    A fotografia de um menino a despedir-se do pai, que morreu durante um acidente de trabalho, está a emocionar a Índia. Tanto que, num só dia, os internautas conseguiram angariar mais de três milhões de rupias (cerca de 36 mil euros) para ajudar a família.

    SIC

  • "Eu chupo e você?", a campanha contra as palhinhas que já dão multas no Brasil
    2:36

    Mundo

    A partir de hoje, o Rio de Janeiro vai multar até 340 euros todos os comerciantes que ofereçam palhinhas de plástico aos clientes. Em caso de reincidência, as multas podem ultrapassar os 1200 euros. Isto meses depois de ter sido lançada no país a campanha #paredechupar para eliminar os “canudos de plástico” que podem demorar mais de 400 anos a degradar-se. Só na União Europeia, são usadas 36,4 mil milhões de palhinhas todos os anos. Em todo o mundo, os números devem chegar aos mil milhões por dia.