Mundo

Cerca de dez mil pessoas em Dresden na marcha contra o ódio

ALEXANDER BECHER

Cerca de dez mil pessoas participaram este domingo em Dresden, na Alemanha, numa manifestação pacifista pela tolerância e contra o ódio, visando o grupo anti-imigração PEGIDA.

A marcha foi convocada por várias organizações, sindicatos e organismos sob o lema "coração em vez de ódio", em resposta ao movimento Pegida, sigla em alemão que significa 'europeus patriotas contra a islamização do ocidente".

Para este domingo estavam convocadas manifestações e contra-manifestações, umas xenófobas e outras anti-racistas, em Dresden, por causa do quarto aniversário da criação do movimento islamófobo PEGIDA.

Segundo a agência noticiosa alemã, a manifestação organizada pelo PEGIDA contou com cerca de cinco mil pessoas.

O Centro Europeu para a Liberdade de Imprensa divulgou recentemente um relatório acusando o PEGIDA de estar por detrás de ataques físicos a mais de uma dezena de jornalistas alemães, nos últimos quatro anos.

As autoridades alemãs já chegaram a proibir algumas manifestações do PEGIDA, nos últimos anos, invocando falta de condições de segurança, e, para hoje, destacou um forte contingente de polícias e determinou o encerramento de várias ruas e avenidas.

Lusa

  • Sismo de 3.4 sentido no litoral norte do país

    País

    Um sismo de 3.4 na escala de Richter foi registado por volta das 20:00. Segundo as informações, todo o norte litoral do país sentiu o abalo, nomeadamente os distritos de Porto, Braga e Viana do Castelo.

  • Pertual: Portugal em Mirandês
    19:02
  • O plástico invadiu a Biosfera
    5:45
  • PSD tem a maior queda e vê PS subir nas intenções de voto
    2:22
  • Muitos britânicos querem segundo referendo ao Brexit
    2:02