Mundo

Trump restringe condições de asilo para clandestinos

Al Drago / POOL

O governo norte-americano restringiu esta quinta-feira as condições de pedido de asilo para os migrantes, impedindo que pessoas que tenham atravessado ilegalmente a fronteira mexicana possam fazer essa solicitação.

"O nosso sistema de asilo está sobrecarregado com pedidos injustificados de asilo, impedindo-nos de conceder rapidamente asilo àqueles que realmente o merecem", justificou o Departamento de Segurança Interna.

Esta decisão impede que os migrantes que não tenham chegado a território norte-americano através de um ponto de entrada oficial possam apresentar um pedido de asilo.

"De acordo com as nossas leis de imigração, o Presidente [Donald Trump] tem total autoridade para suspender ou restringir a entrada de estrangeiros nos Estados Unidos, se considerar que é de interesse nacional", refere o comunicado.

A decisão pode levar a uma batalha judicial. A organização de defesa das liberdades cívicas ACLU reagiu de imediato.

"A lei americana autoriza especificamente as pessoas a pedirem asilo, quer tenham chegado ou não através de um ponto de entrada", declarou em comunicado Omar Jadwat, dirigente da ACLU.

"É ilegal contornar este princípio, através de uma agência ou de um decreto", considerou.

Lusa

  • Açores sob aviso laranja até sábado para vento forte e agitação marítima

    País

    O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores emitiu um alerta para o agravamento do tempo a partir do final do dia, devido a uma depressão a norte do arquipélago. O IPMA colocou os grupos central e ocidental em alerta para o vento forte e agitação marítima enquanto a Autoridade Marítima Nacional apela ao reforço da amarração e vigilância apertada das embarcações atracadas" e " evitar de passeios junto ao mar, em especial nos molhes, e nas praias".

  • Em Portugal surgem cerca de 500 novos casos de cancro do pâncreas todos os anos
    4:18

    País

    Assinala-se hoje o Dia Mundial do Cancro do Pâncreas. Todos os anos surgem, em Portugal, cerca de 500 casos novos de doentes com cancro do pâncreas, uma das doenças mais letais, com uma taxa de sobrevivência que não ultrapassa muito os 10 por cento. Ana Raimundo, diretora clínica da CUF Instituto de Oncologia, esteve na Edição da Manhã para nos falar daquela que é a terceira neoplasia maligna mais frequente do tubo digestivo em Portugal.

  • Contas Poupança ajuda-o a preparar-se para os descontos da Black Friday
    8:07
  • Juiz Ivo Rosa passa a ter segurança pessoal
    1:04

    Operação Marquês

    Desde terça-feira que Ivo Rosa tem segurança garantida pela PSP. Dois elementos do Corpo de Segurança Pessoal da polícia acompanham o juiz do Processo Marquês para todo o lado. O pedido foi feito por Ivo Rosa junto do Conselho Superior de Magistratura que remeteu o assunto para o SIS - Serviço de Informações de Segurança.