Mundo

Israel descobriu segundo túnel do Hezbollah na fronteira com o Líbano

POOL New

O túnel construído pelo movimento Hezbollah servia para introduzir elementos em território israelita.

O Exército israelita revelou esta quinta-feira a existência de um segundo túnel transfronteiriço construído pelo movimento Hezbollah, entre o Líbano e Israel.

Israel pediu hoje para que as forças da ONU no Líbano neutralizem um túnel que as milícias xiitas ligadas ao movimento Hezbollah construirão entre a aldeia libanesa de Ramyeh e território israelita.

Uma infraestrutura de ataque

O porta-voz do exército, Jonathan Conricus, disse que o túnel não significa uma "ameaça imediata", mas descreveu-o como uma infraestrutura de "ataque" e advertiu que quem se aproximar da área subterrânea "arrisca a vida.

"Conricus explicou que a operação "Escudo do Norte", que começou terça-feira, continua e evolui em três pontos na fronteira norte, onde túneis transfronteiriços foram detetados.

Uma equipa técnica da UNIFIL, a força das Nações Unidas no Líbano, visitou a área onde um primeiro túnel foi descoberto, na aldeia libanesa de Kafr Kela, recebendo um mapa e informações de inteligência do exército israelita.

Conricus esclareceu que estes túneis constituem uma "violação da soberania para prejudicar os civis israelitas", ignorando a resolução 1701 do Conselho de Segurança da ONU, adotada após a guerra de 2006 entre o Líbano e Israel e que proíbe a presença de qualquer grupo armado a sul do rio Litani, com exceção das Forças Armadas Libanesas.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, ao lado de uma comitiva de embaixadores estrangeiros, visitou hoje a área e salientou que o verdadeiro inimigo é o Irão, aliado do Hezbollah, que está atuando a dois níveis: "desenvolver arsenal nuclear" e "desenvolver armas convencionais" contra Israel.

Lusa

  • SIC no voo inaugural do novo avião da TAP A330 Neo
    2:19