Mundo

Annegret Kramp-Karrenbauer é a sucessora de Merkel na CDU

O partido alemão CDU escolheu esta sexta-feira Annegret Kramp-Karrenbauer para suceder a Angela Merkel na liderança do partido.

CLEMENS BILAN

Karrenbauer venceu com 51,8%, dos votos derrotando Friedrich Merz, um advogado milionário, que conseguiu apenas 48,2%.

Como líder do maior partido alemão, pode também vir a suceder Angela Merkel como Chefe do Governo, tornando-se a próxima chanceler, caso vença as eleições.

A "Mini-Merkel"

Annegret Kramp-Karrenbauer, apelidada de "Mini-Merkel"

Annegret Kramp-Karrenbauer, apelidada de "Mini-Merkel"

CLEMENS BILAN / EPA

Kramp-Karrenbauer, de 56 anos, era até hoje secretária-geral da CDU, responsável pela estratégia política do dia-a-dia, desde fevereiro.

A primeira tarefa de AKK é melhorar os resultados eleitorais do partido, que sofreu vários reveses nas disputas regionais do passado mês de outubro, particularmente na influente zona da Baviera.

A despedida de Merkel

No seu último discurso como presidente do partido conservador, Merkel alertou para a subida das tendências nacionalistas e populistas no mundo.

Da Alemanha Ocidental à Oriental, a infância e adolescência de Angela Merkel foram vividas numa zona rural a cerca de 90 quilómetros da capital. Estudou física e trabalhou como química.

Após a queda do Muro de Berlim, entrou para o Governo e, dez anos depois, assumiu a liderança da CDU. Foi a primeira mulher a tornar-se a chanceler do país. Agora, 13 anos depois de assumir o poder, decidiu que não se recandidatar à presidência da União Democrata-Cristã.

De Barack Obama à rainha Isabel II, passando por António Costa, muitos foram os líderes mundiais que se encontraram com a chanceler alemã durante os anos em que governou.

Com Lusa

  • “Fui vendido várias vezes, de contrabandista para contrabandista”
    9:06