Mundo

Número de mortos no tsunami na Indonésia sobe para 222

Fauzy Chaniago

O tsunami que atingiu este fim de semana o Estreito de Sunda, na Indonésia, fez pelo menos 222 mortos e mais de 800 feridos. Dezenas de pessoas continuam desaparecidas.

Os vídeos mostram o rasto de destruição deixado para trás pelo tsunami.

Num dos momentos captados, é possível ver as ondas a invadirem um concerto e as pessoas a fugirem.

Os sobreviventes da tragédia relataram os momentos de pânico que viveram.

Inicialmente, as autoridades do país confundiram o tsunami com uma maré crescente e chegaram a apelar à população para não entrar em pânico. Perante a situação, o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres recorreu às redes sociais para pedir desculpa.

"Foi um erro, sentimos muito"

De acordo com as autoridades, citadas pela Lusa, o tsunami foi desencadeado por uma maré anormal associada a um deslizamento submarino causado pela erupção do vulcão Anak Krakatoa. Aliás, a agência nacional de desastres alertou para a possibilidade de ocorrer um novo tsunami na mesma zona, devido à conínua atividade do vulcão.

A região de Pandeglang, em Java, foi a área mais afetada pelo tsunami. Esta zona abrange o Parque Nacional de Ujung Kulon e praias populares.

As imagens das agências de notícias mostram a destruição causada.

Até ao momento não há qualquer registo de vítimas mortais de nacionalidade portuguesa. O anúncio é feito pelo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, que ainda ainda que este é um balanço precoce e que confirma que esta manhã não recebeu qualquer comunicação da Indonésia.

Para além de Pandegland, o tsunami ainda atingiu Lampung, Samatra e Serang. A Indonésia situa-se naquele que é chamado o Anel de Fogo do Pacífico, uma zona com uma forte atividade sísmica.

A Indonésia é um dos países mais castigados por desastres naturais.

O mais recente desastre natural na Indonésia aconteceu a 28 de setembro, quando mais de duas mil pessoas morreram na ilha de Celebes na sequência de um terramoto seguido de tsunami, causando ainda milhares de feridos e desaparecidos.