Mundo

Criança migrante sob custódia dos EUA morre na noite de Natal

É a segunda morte de uma criança migrante, nas mesmas condições de guarda, no espaço de um mês.

Uma criança de oito anos da Guatemala morreu sob custódia do Governo dos Estados Unidos, sendo esta a segunda morte de uma criança migrante, nas mesmas condições de guarda, no espaço de um mês.


O rapaz morreu hoje pouco depois das 00:00, na noite de Natal, disseram à Associated Press as autoridades de vigilância de fronteiras norte-americanas, a Customs and Border Protection (CBP).


A criança mostrou "sinais potenciais de doença" na segunda-feira e foi levada, juntamente com o pai, a um hospital em Alamogordo, no Estado do Novo México, onde lhe foi diagnosticada uma gripe e febre, sendo-lhe receitado amoxicilina e ibuprofeno.


O menino voltou ao hospital à noite com náuseas e vómitos e morreu quatro horas depois, acrescentou a CBP.


A 08 de dezembro uma menina de sete, também de nacionalidade guatemalteca, morreu de desidratação, dois dias depois de juntamente com a sua família ter atravessado ilegalmente a fronteira do México para os Estados Unidos.


O corpo da criança, Jakelin Caal, foi devolvido à remota aldeia da sua família na segunda-feira.

Lusa