Mundo

Sismos de 5.6 e 5.0 sentidos na Venezuela sem registar danos

Stringer .

Segundo o centro geológico norte-americano (USGS) ambos os sismos tiveram uma profundidade de 10 quilómetros.

Dos sismos de magnitude 5.6 e 5.0 na escala de Richter foram hoje sentidos na Venezuela, ambos com epicentro a 4 quilómetros a nordeste de San Diego, na cidade de Valência, capital do Estado venezuelano de Carabobo.

Os sismos ocorreram pelas 04:59 e 05:20 horas locais (08:59 e 09:24 horas em Lisboa) e fizeram acordar a população, nomeadamente vários portugueses, que se mantêm atentos a possíveis réplicas.

Segundo o centro geológico norte-americano (USGS) ambos os sismos tiveram uma profundidade de 10 quilómetros.

"Estava a dormir e de repente senti a cama mexer. Cheguei a pensar era o cão que tinha vindo para o quarto e tentava acordar-me. Entretanto a minha mulher acordou e estamos fora da casa, com o meu filho, porque podem ocorrer réplicas", explicou um português à agência Lusa.

Manuel Pereira da Silva, 62 anos, comerciante, explicou que uma vez fora de casa, tentou, sem sucesso, obter informação, através do telefone, mas apenas chegou a ver algumas mensagens de utilizadores do Twitter.

Radicado na localidade de San Diego, Estado de Carabobo, este português explicou, telefonicamente, que ouviu, nas proximidades, as vozes das pessoas que saíam da sua casa, comentando o que acontecia.

As rádios locais dão conta de que várias pessoas saíram das suas residências.

Por outro lado, em San Bernardino, Caracas, a portuguesa Maria Bettencourt, estava de "sono ligeiro", quando aconteceu o primeiro sismo e rapidamente começou a descer pelas escadas.

"Vivo no sétimo piso e não devia apanhar o elevador, pelo que desci rapidamente pelas escadas. Já no chão, acompanhada por vizinhos, senti o segundo tremor. Estou a aguardar porque podem ocorrer outros sismos", explicou.

Ainda em Caracas, na localidade de Cátia (oeste) o venezuelano Jesus Moncada foi acordado pelo sismo. "Até o sono perdi com o tremor", frisou.

Entretanto, a Fundação Venezuelana de Investigações Sismológicas (Funvisis) confirmou ambos sismos, mas indicando que foram de magnitude 4.9 e 4.8 e uma profundidade de 9.4 km e 9.0 km.

Por outro lado, precisa que ocorreram várias réplicas, com magnitudes de 3.9, 3.8 e 4.8, a profundidades que oscilam entre os 5.0 km e 20.5 kms e a distâncias entre 5 km e 12.6 km de Valência.

De momento não há informações de danos materiais ou humanos.

Lusa

  • Desaparecimento de brasileira assinalado esta segunda-feira no Porto
    2:11
  • 85 mortos e 70 desaparecidos na explosão de oleoduto no México
    2:00