Mundo

Pelo menos sete mortos em acidentes devido ao mau tempo nos Estados Unidos

Handout .

A tempestade de inverno Eboni, que afetou vastas zonas dos Estados Unidos, está a perder intensidade e o tempo já melhorou este sábado.

Pelo menos sete pessoas morreram em acidentes relacionados com a tempestade de neve e as fortes chuvas que afetam há cerca de uma semana os Estados Unidos, segundo a comunicação social do país.

Na sexta-feira, um adolescente de 17 anos morreu, no estado de Iowa, numa colisão entre duas viaturas, que a polícia atribuiu ao solo gelado.

No estado do Minnesota, onde a visibilidade era reduzida devido à queda de neve na quinta-feira, um peão de 51 anos foi derrubado por uma carrinha e uma mulher de 47 anos morreu num acidente entre o autocarro em que seguia e uma outra viatura.

Também na quinta-feira, uma pessoa morreu num acidente numa autoestrada gelada do estado de Kansas e um homem de 37 anos foi vítima de uma colisão entre um limpa-neves e um camião em Dakota do Norte.

No estado de Luisiana, uma mulher de 58 anos morreu, na quarta-feira à noite, após uma árvore ter caído e esmagado a caravana onde morava.

No mesmo dia, uma mulher que acampava no estado de Tennessee morreu quando tentava atravessar um riacho.

A tempestade de inverno Eboni, que afetou vastas zonas dos Estados Unidos, está a perder intensidade e o tempo já melhorou hoje.

Ainda assim, são esperados ventos gelados e rajadas de neve nos estados de Novo México e Texas, no Sudoeste, e de Montana, no Noroeste.

Segundo os serviços meteorológicos, no Sudeste do país já foi levantada a maioria dos alertas sobre inundações, em razão das chuvas diluvianas.

Progressivamente, o tráfego aéreo está também a voltar ao normal, após dois dias de fortes perturbações, que impediram os planos de milhões de cidadãos norte-americanos para este período de festividades.

Hoje, 150 voos foram anulados e 2.100 sofreram atrasos, segundo o portal especializado FlightAware.

Na quinta-feira, o dia de maiores perturbações, cerca de 800 voos foram cancelados e mais de seis mil sofreram atrasos.

Lusa

  • "Rui Pinto pode ter feito um tremendo serviço à comunidade"
    1:23