Mundo

Homens armados atacam sede da radiotelevisão palestiniana em Gaza

Mohammed Salem

Durante o ataque, vários funcionários foram molestados e foi destruído equipamento.

Homens armados atacaram esta sexta-feira a sede da radiotelevisão palestiniana em Gaza e causaram significativos danos materiais, ataque que a Autoridade Palestiniana atribui ao movimento radical Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

Um responsável do Departamento palestiniano de radiodifusão na cidade de Gaza e a agência noticiosa palestiniana Wafa precisaram que cinco homens armados entraram no edifício, onde funciona a televisão palestiniana e a rádio Voz da Palestina.

O organismo é financiado pelo governo da Autoridade Palestiniana, sediado na Cisjordânia ocupada e presidido por Mahmud Abbas, em conflito com o Hamas.

Um jornalista da agência France-Presse constatou que câmaras e computadores foram danificados, assim como cadeiras e portas.

"Responsabilizamos inteiramente o Hamas por este crime, que consistiu numa invasão forçada e em causar danos nos escritórios da sede social", afirmou Ahmed Assad, o controlador-geral encarregado dos media oficiais na Autoridade Palestiniana, num comunicado.

"É um ataque contra o nosso povo em Gaza", adiantou.

Salameh Maaruf, diretor do departamento dos media do Hamas, também condenou num comunicado o que classificou de "conduta inaceitável", apelando à detenção dos culpados.

O Hamas assumiu o controlo da Faixa de Gaza em 2007 após confrontos com a Fatah, o partido de Mahmud Abbas.
As várias tentativas de reconciliação entre os dois principais movimentos palestinianos ainda não tiveram êxito.

Lusa

  • "Rui Pinto pode ter feito um tremendo serviço à comunidade"
    1:23