Mundo

Dois mortos e sete detidos em golpe de Estado falhado no Gabão

A rebelião foi lançada pelos militares da Guarda Presidencial, que ocuparam a televisão pública e prometerem restaurar a Democracia no país da África Ocidental.

Horas depois de apelarem à revolta, os golpistas foram capturados e mortos pelas tropas leais ao presidente Ali Bongo.

Eleito há nove anos e filho do primeiro líder gabonês, está há dois meses em tratamento médico em Marrocos, de onde emitiu recentemente uma mensagem de Ano Novo.

A tentativa de golpe de Estado foi já condenada pela Organização da União Africana.

  • Primeiro-ministro alerta para riscos de 2019
    2:31