Mundo

Parlamento macedónio aprova designação de República da Macedónia do Norte

GEORGI LICOVSKI

Mudança de nome só entrará em vigor quando os deputados gregos ratificarem o acordo assinado no verão.

Os deputados macedónios aceitaram esta sexta-feira rebatizar o país como "República da Macedónia do Norte", numa votação histórica obtida pela maioria de dois terços e que abre caminho à resolução de um litígio com a Grécia.

A bola está agora do lado de em Atenas, uma vez que a mudança de nome só entrará em vigor quando os deputados gregos ratificarem o acordo assinado no verão pelos primeiros-ministros Zoran Zaev, da Macedónia, e Alexis Tsipras, da Grécia.

A Grécia comprometeu-se, em troca, a levantar o veto à adesão da Macedónia à NATO, bem como às negociações para a adesão à União Europeia do pequeno país balcânico de 2,1 milhões de habitantes.

"A Assembleia da República da Macedónia aceitou e votou a lei constitucional destinada a enquadrar as emendas constitucionais", no sentido da mudança de nome, disse o presidente do parlamento, Talat Xhaferi.

"A votação registou 81 votos em 81 presentes e nenhum contra", acrescentou. O resultado representa um voto a mais do que a maioria qualificada de dois terços (80 em 120 deputados).

A maioria dos eleitos de direita boicotou os debates abertos na quarta-feira, mas muitos desertaram e votaram com a maioria, escreveu a agência France Presse.

"Sem acordo com a Grécia, não há NATO, nem UE", "mudei de ideias sobre a questão do nome, arriscando a minha carreira política", "conservamos a nossa identidade", disse antes do debate o primeiro-ministro social-democrata, Zoran Zaev.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, felicitou já o seu homólogo, após o voto histórico dos deputados, anunciou o gabinete do governante grego.

"O primeiro-ministro felicitou o senhor Zaev pelo processo bem-sucedido de revisão da Constituição da antiga República Jugoslava da Macedónia", lê-se no comunicado.

Lusa

  • Pirata informático em prisão domiciliária na Hungria
    2:23
  • Theresa May inicia negociações para plano B ao acordo do Brexit
    1:33
  • "EUA continuam a andar para trás em direitos humanos"
    2:02