Mundo

15 mortos em acidente com avião de carga no Irão

A tripulação composta por cidadãos iranianos declarou uma emergência antes de aterrar, o caso já está sob investigação.

Apenas uma pessoa sobreviveu das 16 que seguiam no Boeing 707 iraniano de transporte de carga que caiu hoje quando tentava aterrar perto de Teerão, de acordo com um responsável dos serviços de emergência.

As chamas alastraram em parte do avião, logo que o aparelho derrapou na pista e colidiu com um muro que separa o aeroporto de Fath de um bairro residencial.

As imagens transmitidas pela televisão estatal iraniana mostram a cauda do avião queimada, com o aparelho cercado por casas carbonizadas.

O avião caiu no Fath Airport, pertencente à Guarda Revolucionária do Irão, mas deveria ter aterrado no Aeroporto Internacional de Payam, a cerca de 40 quilómetros a oeste de Teerão.

As autoridades ainda não divulgaram a razão para a decisão do piloto em aterrar em Fath, embora tenham afirmado que a tripulação declarou uma emergência antes de aterrar.

Pirhossein Koulivand, chefe dos serviços médicos de emergência do país, disse que entre as 16 pessoas a bordo do avião, tinha conhecimento de que apenas o engenheiro de voo havia sobrevivido.

Os meios de comunicação iranianos informaram que sete corpos já foram recuperados. O avião supostamente carregava uma carga de carne de Bishkek, a capital do Quirguistão, para o Irão.

A força aérea iraniana disse, em comunicado, que o caso já está sob investigação. Não ficou claro de imediato quem é o proprietário do avião, apesar de o general Shahin Taghikhani, porta-voz do exército, ter dito à televisão estatal local que o avião e a sua tripulação eram iranianos.

Lusa

  • Desaparecimento de brasileira assinalado esta segunda-feira no Porto
    2:11
  • 85 mortos e 70 desaparecidos na explosão de oleoduto no México
    2:00