Mundo

Encontrada 2ª. caixa negra do avião da Lion Air

PUSHIDROSAL / HANDOUT

A Marinha da Indonésia recuperou o gravador que regista as conversas no cockpit do avião que se despenhou no final de outubro no mar de Java, matando 189 pessoas.

A Marinha da Indonésia recuperou o gravador que regista as conversas no cockpit do avião que se despenhou no final de outubro. Uma descoberta que poderá resolver o mistério porque um Boeing 737 MAX 8 novo caiu no mar de Java, matando 189 pessoas.

"Encontrámos o gravador esta manhã, perto das 9h00" (2h00 em Portugal), indicou à AFP Haryo Satmiko, um responsável do Comité Nacional de Segurança dos Transportes da Indonésia.

O cockpit voice recorder (CVR) é uma das duas caixas negras dos aviões. Regista as conversas entre a tripulação e poderá finalmente lançar luz sobre o que aconteceu a 29 de outubro, 13 minutos depois de um Boeing novo ter descolado de Jacarta.

"O gravador está partido em dois", disse Haryo Satmiko afirmando que ainda há esperança que possa ser utilizado.

A primeira caixa negra, que regista os dados técnicos do avião, foi encontrada pouco depois do acidente e indicou que havia problemas no velocímetro.

A mesma falha no velocímetro em quatro voos anteriores

No início de novembro, o Comité Nacional de Segurança dos Transportes da Indonésia indicou que houve falhas no indicador de velocidade nos últimos quatro voos realizados pelo mesmo aparelho.

O chefe do Comité Tjahjono afirmou que os dados recolhidos através da caixa negra "são consistentes" e dizem respeito aos valores "erráticos" dos indicadores de velocidade e de altitude que se registaram nas últimas quatro viagens que o aparelho efetuou.

Foi a primeira informação obtida através da consulta das caixas negras.

Soerjanto Tjahjono afirmou também na altura que o estado em que se encontram os restos do avião demonstra "grande velocidade" no momento em que o Boeing se despenhou.

"A velocidade com que se despenhou foi suficientemente elevada para libertar uma grande energia. Por isso a fuselagem ficou fragmentada em pequenos elementos", disse.

  • "Rui Pinto pode ter feito um tremendo serviço à comunidade"
    1:23