Mundo

Morreu o autarca polaco esfaqueado durante ato público

ROMAN JOCHER

O presidente de câmara da cidade polaca Gdansk, Pawel Adamowicz, morreu esta segunda-feira depois de ter sido esfaqueado no domingo durante um evento público de solidariedade.

O anúncio da morte foi feito pelo ministro da Saúde, Lukasz Szumowski.

O suspeito do ataque, de 27 anos e natural de Gdansk, foi detido no local.

Sabe-se que o autarca foi atacado com um objeto cortante no momento em que estava no palco, tendo sido hospitalizado pouco depois.

Segundo a estação de televisão TVN, momentos antes do ataque, o homem terá gritado que esteve detido e foi torturado pelo principal partido da oposição na Polónia, a Plataforma Cívica (democrata-cristã), à qual o autarca de Gdansk pertence.

Pawel Adamowicz, 53 anos, integrou a oposição democrática nde Gdansk, ainda no tempo da liderança de Lech Walesa.

  • Desaparecimento de brasileira assinalado esta segunda-feira no Porto
    2:11