Opinião

"A PJ não largou a criança desde que foi encontrada"

"A PJ não largou a criança desde que foi encontrada"

Isabel Horta

Isabel Horta

Editora de Sociedade

A criança de 2 anos que desapareceu ontem de casa dos avós na localidade da Amieira, em Ourém, foi localizada esta manhã de boa saúde. O caso do desaparecimento de Martim ainda não está, no entanto, encerrado. A Polícia Judiciária prossegue a investigação e fez também, a este propósito, algumas recomendações para eventuais situações futuras. A editora de Sociedade da SIC, Isabel Horta, esteve no Primeiro Jornal, a analisar os contornos deste caso.

  • PJ não afasta hipótese de rapto
    2:41

    País

    Molhado, com frio, mas sem sinais de hipotermia ou maus-tratos. O pequeno Martim foi encontrado esta manhã, depois de ter estado 25 horas desaparecido. A Polícia Judiciária mantém em aberto todas as possibilidades na investigação.

  • Martim foi encontrado

    País

    A criança de 2 anos que desapareceu ontem em Ourém foi localizada esta manhã, a cerca de dois quilómetros de casa dos avós. "Estava molhado da chuva, muito bem disposto", segundo fonte da família, mas sem sinais de hipotermia.

  • Juiz Neto Moura processou agente da PSP que lhe apreendeu o carro
    3:28

    País

    Além dos quatro militares da GNR processados pelo juiz Neto Moura, o magistrado também levou a tribunal o agente da PSP que em 2012 apreendeu o carro do juiz, porque circulava sem matrículas. Ao contrário dos militares, o agente da PSP foi absolvido.

    Notícia SIC

  • FBI despede agente que fez críticas a Trump

    Mundo

    Peter Strzok, um agente da política federal (FBI, na sigla em inglês), que o procurador especial Robert Mueller tinha removido da investigação à interferência russa pelas mensagens de correio eletrónico anti-Trump, foi despedido.