Opinião

"Ministro da Administração Interna é o cargo mais perigoso da política portuguesa"

"Ministro da Administração Interna é o cargo mais perigoso da política portuguesa"

Ricardo Costa diz que a ministra demissionária já demonstrava fragilidade desde a tragédia de Pedrógão Grande e não inspirava confiança nem segurança nas funções que ocupava e nas populações. O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa entendeu a mensagem e, para o diretor de Informação SIC, obrigou o Governo a mudar um "calendário trágico". Para o futuro, o executivo precisa de escolher alguém com força política para aguentar o que Ricardo Costa considera ser o cargo mais perigoso da política portuguesa.

  • Ex-espião Silva Carvalho relata em livro práticas ilícitas

    País

    O ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas e de Defesa Silva Carvalho, condenado em 2016 por violação do Segredo de Estado, assume práticas ilícitas enquanto operacional das secretas portuguesas, num livro que vai ser publicado na próxima sexta-feira.

  • O avô que se dedica a abraçar bebés prematuros

    Mundo

    "O avô da unidade de cuidados intensivos". É assim que as enfermeiras do Hospital Children's Healthcare de Atlanta, nos EUA, chamam a David Deutchman, um homem de 82 anos que, há 12 anos, vai à UCI dois dias por semana para abraçar os recém-nascidos.