Opinião

"A frase chave é 'se o ano tivesse terminado a 16 de junho'"

"A frase chave é 'se o ano tivesse terminado a 16 de junho'"

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou as contradições de 2017 na sua mensagem de Ano Novo, entre as vitórias na economia e as tragédias nos incêndios. Para o diretor de informação da SIC, Ricardo Costa, ficou claro que o Presidente vai manter a exigência e a fiscalização sobre o Governo, para que o que aconteceu não se repita.