País

Descoberto primeiro caso de reprodução animal com ADN paterno

Investigadores portugueses descobriram o primeiro caso de um animal vertebrado que nasce só com os genes do pai, tratando-se de um clone, o bordalo, um peixe de rio.

Os cientistas da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa fizeram testes de paternidade aos peixes e descobriram que existia um macho androgenético, com o mesmo conjunto de genes do seu pai. Na espécie analisada conheciam-se variações genéticas que significam que existem vários tipos de macho e fémea com distribuições diferentes de cromossomas.

No caso do macho androgenético, o ADN da mãe apenas existiu nas células sexuais produzidas nos seus ovários, uma característica da androgénese que só se conhecia em plantas, insetos e moluscos.

Em animais vertebrados, também peixes, tinha sido conseguido mas com manipulação em laboratório.

Esta forma de reprodução, propõem os investigadores, poderá dar origem a novas formas de reprodução na evolução daquela espécie, segundo Miguel Morgado-Santos, do Centro de Ecologia, Evolução e Alterações Ambientais, primeiro autor do estudo publicado na revista Royal Society Open Science.

Lusa

  • Diretor artístico demite-se do Museu de Serralves
    2:44

    Cultura

    Estão ainda por esclarecer as razões da demissão do diretor artístico do Museu de Serralves. João Ribas apresentou a demissão esta sexta-feira, um dia depois da inauguração da exposição do fotógrafo Robert Mapplethorp. A demissão foi associada a restrições a algumas imagens de cariz sexual explícito. Mas a Fundação de Serralves garante que foi o próprio João Ribas quem decidiu retirar duas obras da exposição. E sublinha que estava decidido desde o início apresentar as obras de cariz sexual explícito numa zona com acesso restrito.

  • Relação do Porto mantém em liberdade dois homens que violaram mulher inconsciente
    1:27

    País

    Há mais uma polémica em torno de uma decisão do tribunal da Relação do Porto. Chamada a reavaliar uma decisão da 1.ª Instância, a Relação entendeu que devia manter em liberdade dois homens que, em 2016, violaram uma mulher quando ela estava inconsciente. Os juízes dizem que a culpa dos dois homens é "mediana" e que a "ilicitude não é elevada".

  • Personalidades do futebol dizem que Ronaldo foi vítima de excesso de zelo
    2:03

    Desporto

    A UEFA vai anunciar o castigo de Cristiano Ronaldo na próxima quinta-feira, depois do cartão vermelho que o internacional português recebeu no jogo da Liga dos Campeões. O castigo pode ir de um a três jogos de suspensão. Várias personalidades do mundo do futebol acreditam que o jogador foi vítima do excesso de zelo do árbitro.