País

Docentes e educadores em greve parcial no último mês de aulas do 1º período

Educadores e professores do ensino básico e secundário vão fazer greve parcial no último mês de aulas do primeiro período. A greve poderá estender-se ao segundo, caso a tutela ignore as reivindicações sobre horários de trabalho.

Elementos da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) entregaram hoje no Ministério da Educação (ME) um pré-aviso de greve, que começa a 6 de novembro e termina a 15 de dezembro, a todas as atividades desenvolvidas diretamente com os alunos que estejam inscritas na componente não letiva.

Por exemplo, um docente que dê aulas de apoio ou de coadjovação e que esse tempo seja considerado como componente não letiva poderá fazer greve nesses momentos.

"Os professores e educadores têm um horário global de 35 horas e, neste momento, o levantamento que está feito de forma ampla e envolvendo milhares de professores mostra que os professores estão a trabalhar semanalmente, em média, 46 horas e 40 minutos", disse o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, em declarações aos jornalistas depois de entregar o pré-aviso de greve.

Em causa está o facto de os docentes estarem a trabalhar diretamente com os alunos em atividades variadas como apoios, coadjuvação ou projetos específicos de promoção do sucesso, sem que essas horas sejam consideradas componente letiva.

Mário Nogueira diz que esta é uma tendência que existe desde 2008 a que também "este Governo ainda não deu resposta".

O secretário-geral da Fenprof explica que entregou hoje o pré-aviso de greve para que o ME tenha ainda tempo para negociar com os docentes no sentido de garantir que toda a atividade desenvolvida com aulas passe a integrar a componente letiva do horário de trabalho.

No entanto, caso a situação se mantenha até ao final do ano, a Fenprof irá entregar novo aviso de greve para que os docentes possam retomar a greve parcial no segundo período de aulas.

Lusa

  • Fenprof convoca greve parcial a partir de 2 de novembro

    País

    A Fenprof vai convocar uma greve parcial de professores a partir de 2 de novembro, se até 20 de outubro não obtiver resposta da tutela às reivindicações entregues esta quarta-feira no Ministério da Educação numa resolução aprovada em plenário.

  • José Peseiro garante que leões estão "preparados para vencer"
    1:52

    Liga Europa

    José Peseiro garante que a equipa do Sporting está preparada o arranque da competição. A equipa leonina não conta com Bas Dost que está lesionado e falha os próximos jogos. Os leões estreiam-se hoje na Liga Europa, em casa, com o Qarabag do Azerbaijão. A SIC transmite o encontro em directo a partir das 20:00.

  • Gosta de atum? Procuram-se voluntários
    1:35
  • Suspeito de agredir bebé terá dito à polícia que perdeu a cabeça ao ouvir o choro
    2:18

    País

    O homem terá confessado à PSP e mais tarde também ao Ministério Público que perdeu a cabeça perante o choro permanente do bebé de 17 meses, filho da atual companheira. Apesar de ter confessado a agressão saiu em liberdade depois de ser ouvido em tribunal. Não chegou sequer a ser interrogado por um juiz de instrução criminal e apesar da gravidade dos factos, o Ministério Público não viu razões para aplicar qualquer medida de coação.

  • Novos e-mails põem em causa valores da saída de Garay do Benfica
    2:44

    Desporto

    O pirata informático suspeito de ter desviado centenas de e-mails do Benfica revelou mais material, alegadamente comprometedor. Segundo uma mensagem alegadamente trocada entre Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves, publicada esta quarta-feira na internet, o negócio da venda de Garay poderá ter sido feito por 13 milhões de euros e não por 6, como foi anunciado.