País

Furacão Ophelia provocou altas temperaturas em Portugal e no resto da Europa

Peter Cziborra / Reuters

Os especialistas da Organização Meteorológica Mundial confirmaram hoje que o furacão Ophelia contribuiu para a alteração das temperaturas na Europa, com vários recordes de calor, e esperam que volte a normalidade, nomeadamente em Portugal.

"Esperamos que [as temperaturas] voltem ao normal na Europa, incluindo em Espanha e Portugal", disse hoje a porta-voz da Organização, Clare Nullis, falando aos jornalistas, em Genebra.

A responsável realçou que "o que é mais impressionante com este furacão não é só o vento e a sua localização, mas também tudo o que o acompanha".

É que, com os ventos "excecionalmente fortes, registaram-se temperaturas altas em muitas partes da Europa, como consequência do Ophelia", explicou Clare Nullis.

A Organização Meteorológica Mundial recordou que se confirmou que os ventos fortes e as altas temperaturas associadas a este fenómeno contribuíram para a multiplicação dos incêndios florestais no Norte de Portugal e de Espanha.

Em Portugal, registaram-se, no fim de semana, temperaturas muito elevadas em alguns pontos do país, acima de 30 graus Celsius, tendo domingo sido o pior dia de fogos do ano, com centenas de incêndios no Norte e Centro do país e, pelo menos 37 mortos, além de 71 feridos, 55 dos quais ligeiros e 16 graves.

Aquela foi a segunda situação mais grave de incêndios com mortos este ano, depois de Pedrógão Grande, no verão, um fogo que alastrou a outros municípios e que provocou 64 mortos e mais de 250 feridos.

Também em Espanha, as temperaturas foram elevadas, atingindo 36 graus, mais 13 que a média habitual, enquanto na Holanda se registaram 25 graus, um recorde para esta época do ano, como aconteceu igualmente em vários locais de França.

O furacão Ophelia que, quando chegou à Europa tinha a classificação de tempestade, atinge hoje locais da Inglaterra, principalmente Escócia, onde foi declarado risco de inundações e parte do serviço de transporte está interrompido, depois de, na Irlanda ter causado, na segunda-feira, três mortos e muitos estragos.

As rajadas de vento ultrapassaram 150 quilómetros por hora, em vários locais.

Na segunda-feira, o Ophelia também provocou um fenómeno estranho no céu em várias cidades europeias, tendo ficado com fortes tonalidades amarelas e laranja.

Este fenómeno deveu-se à combinação das cinzas dos incêndios e da areia do deserto do Sahara, que este ano chegou mais a Norte que nunca.

Lusa

  • Furacão Ophelia não causou danos nos Açores
    1:39

    País

    A passagem do Furacão Ophelia ao largo das ilhas do grupo oriental dos Açores não causou estragos. A noite de sábado para domingo foi de muita chuva e vento forte, mas longe de um cenário de destruição que um furacão de nível 3 poderia supor. Ainda assim vários voos entre ilhas foram cancelados.

  • Calor no fim de semana
    1:04

    País

    O mês de outubro tem sido mais quente do que o habitual e assim vai continuar este fim de semana. As temperaturas vão rondar os 30ºC em quase todas as regiões do país, pelo menos até domingo.

  • Calor de verão no outono
    1:10

    País

    Neste início de outono as temperaturas vão atingir esta semana os 30 graus em várias cidades do país. Os termómetros começam a descer a partir de domingo.

  • Fogo em Freixo de Espada à Cinta dado como dominado

    País

    O incêndio que deflagrou esta quarta-feira em Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança, foi dado como "dominado" cerca das 16:20, depois de ter chegado a mobilizar 95 bombeiros, disse à Lusa fonte da Proteção Civil de Bragança.

  • Marine Le Pen de fora da Web Summit de Lisboa
    1:41
  • Sindicatos fazem ultimato ao governo: contestação na PSP vai sair à rua em setembro
    2:17

    País

    A Associação Sindical dos Profissionais da PSP alertou hoje para uma série de manifestações e vigílias a iniciar no próximo mês, em várias regiões do país, para exigir respostas do governo. A decisão foi hoje tomada numa reunião do órgão executivo da associação, depois de já em julho os polícias da ASPP/PSP terem feito a mesma advertência. Os polícias contestam o corte de subsídios e a forma como estão a ser feitas as listas de pré-reforma.

  • Navio Aquarius já atracou em Malta

    Mundo

    O navio humanitário Aquarius, com 141 pessoas a bordo atracou hoje por volta do meio dia no porto de La Valette, em Malta com 141 migrantes a bordo que vão agora ser distribuídos por cinco países europeus. Portugal vai acolher 30 pessoas.

  • 301 padres terão abusado de mais de 1.000 crianças nos EUA
    2:04
  • Cristiano Ronaldo volta a marcar no último jogo-treino da Juventus
    0:24
  • Dyego Sousa titular no jogo do SC Braga frente ao Zorya
    1:12

    Desporto

    Dyego Sousa vai ser titular na equipa do Sporting Clube de Braga amanhã. A confirmação foi dada pelo treinador Abel Ferreira. O técnico quer que a equipa portuguesa seja eficaz e dinâmica para derrotar os ucranianos. O jogo entre o SC Braga e o Zorya está marcado para esta quinta-feira, a partir das 20:30, no Estádio Municipal de Braga.

  • "Graças à equipa consegui o meu primeiro golo"
    0:23
  • "Ontem o Benfica esteve melhor, esteve bem"
    4:37

    Edição da Manhã

    Benfica segue em frente na Liga dos Campeões, depois de ter vencido o Fenerbahçe por 2-1 no conjunto das duas mãos. Os gregos do PAOK são o próximo adversário no Play Off de acesso à Champions, o comentário do jornalista Fernando Guerra.

  • Democratas elegem pela primeira vez candidata transgénero para governadora nos EUA
    0:16

    Mundo

    O partido democrata elegeu pela primeira vez nos Estados Unidos uma candidata transgénero para concorrer ao cargo de governadora de Vermont. Christine Hallquist obteve cerca de 48 por cento dos votos contra os três outros adversários do mesmo partido, incluindo uma raparida com apenas 14 anos. Hallquist vai defrontar o atual governador que voltou a ser escolhido pelos republicanos para ir a votos e tentar a recondução.