País

Lista candidata à direção da Raríssimas surge no arranque da assembleia-geral

M\303\201RIO CRUZ

À última da hora apareceu uma lista candidata à direção da Raríssimas, que está sem corpos dirigentes eleitos depois do escândalo que levou à demissão de Paula Brito da Costa. A assembleia-geral extraordinária da Raríssimas está por isso suspensa.

Os elementos dessa lista, formada por pais de utentes e funcionários, estão ainda reunidos. Quando terminar esse encontro, a assembleia-geral será retomada e a lista irá de imediato a votação.

No salão do quartel de bombeiros da Moita, eram esta manhã mais os jornalistas do que os associados. Dos cerca de mil sócios apareceram poucas dezenas para eleger a nova direção e novo conselho fiscal.

Sem qualquer concorrente, a única lista candidata é constituída por dois funcionários da Rarissimas e por pais de crianças apoiadas.

Para vencer terá de reunir a maioria dos votos dos sócios presentes na assembleia. Se esta lista única vencer as eleições, os candidatos vão apenas preencher os lugares deixados vagos pelos elementos da direção que se demitiram, no seguimento do escândalo de suspeiras de gestão danosa na Raríssimas.

  • Direção da Raríssimas continua sem candidatos 
    1:25

    País

    A Assembleia Geral Extraordinária da Raríssimas realiza-se esta quarta-feira mas ainda não há candidatos à direção da associação. O Presidente da Meda da Assembleia admite receber candidaturas mesmo no decorrer da reunião. Desde a demissão de Paula Brito da Costa que a associação de doenças raras está com uma direção provisória. 

  • Uma semana depois da tempestade Leslie
    3:02
  • Adoções por militares dos EUA eram vistas na Terceira como uma bênção para as crianças
    5:16