País

Três helicópteros e 170 operacionais mobilizados para Tondela

Três helicópteros e 170 operacionais mobilizados para Tondela

Cerca de 170 operacionais e três helicópteros do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) foram sábado à noite mobilizados para Vila Nova da Rainha, no concelho de Tondela, disse o comandante operacional distrital de Viseu, Miguel David.

Ao fazer um ponto de situação, cerca das 23:10, sobre o incêndio ocorrido hoje à noite numa associação em Vila Nova de Paiva, Miguel David disse que "a operação de socorro está a decorrer" e "o incêndio está considerado extinto".

"Temos no local cerca de 170 operacionais, entre viaturas de socorro, ambulâncias e meios de combate e seis equipas médicas do INEM que montaram um posto médico avançado de forma a fazer triagem a todos os feridos", explicou.

Segundo o responsável, "estão ainda envolvidos nesta operação três helicópteros do Instituto Nacional de Emergência Médica, para além dos meios da GNR e dos serviços municipais de proteção civil".

Questionado sobre os mortos e feridos causados pelo incêndio, Miguel David disse apenas que "está a ser executado um posto médico avançado a fazer triagem de vítimas".

"Trata-se de um evento que decorria numa associação, do qual resultou um incêndio por causas que importa depois apurar pelas entidades com competência legal para tal", acrescentou.

O presidente da Câmara de Tondela, José António Jesus, disse que "nesta associação cultural e desportiva estariam mais de 60 pessoas, num torneio de sueca".

"Pelas razões ainda não apuradas, há um foco de incêndio e há uma situação de calamidade com muitas dezenas de feridos a serem assistidos", acrescentou.

Segundo o autarca, "os meios rapidamente se posicionaram e foram disponibilizados".

"Neste momento temos de reagir e encontrar ânimo para dar estímulo e conforto às famílias e às vítimas", acrescentou.

José António Jesus disse que há "várias dezenas de feridos ligeiros e graves e tudo aponta para mortos".

Lusa

  • Bill Cosby considerado predador sexual violento e condenado a pena de prisão

    Mundo

    O ator norte-americano Bill Cosby foi esta terça-feira condenado a uma pena de prisão de três a 10 anos e considerado um "predador sexual violento", por um juiz da Pensilvânia. A classificação significa que o homem de 81 anos terá de receber aconselhamento durante o resto da vida, assim como o seu nome irá aparecer no registo dos criminosos sexuais.

    SIC

  • O que está a mudar na Arábia Saudita

    Mundo

    A luta contra a discriminação de género e as reformas na cultura continuam a dar largos passos, na Arábia Saudita. A mais recente novidade é que, pela primeira vez, uma mulher foi autorizada a apresentar as notícias, na televisão estatal. Desde as mulheres que já podem conduzir ao regresso do cinema, saiba o que está a mudar no país conservador.

    Ana Rute Carvalho

  • A tecnologia que promete melhorar o estacionamento nos centros urbanos
    8:05
  • Um em cada três trabalhadores em risco de esgotamento profissional
    1:11
  • Brasileiro terá escondido provas do caso Lava Jato em casas em Lisboa
    2:15

    Operação Lava Jato

    A Polícia Judiciária fez buscas e apreensões em Lisboa, no âmbito do caso brasileiro Lava Jato. A operação ocorreu a partir de um pedido de cooperação internacional das autoridades brasileiras. O alvo da operação é um homem brasileiro acusado de envolvimento com luvas. Mário de Miranda terá escondido provas e documentos em casas da capital portuguesa.