País

Ofensas à integridade física, ameaças e furtos. Os crimes mais frequentes nas escolas

Danny Moloshok

Ofensas à integridade física, injúrias ou ameaças e furtos foram os crimes mais registados em ambiente escolar no ano letivo 2016/2017 pela GNR, que realiza a partir desta segunda-feira ações de sensibilização em escolas para prevenir estas ocorrências.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana adianta que realiza, entre hoje e quarta-feira, várias ações de sensibilização junto da comunidade escolar, no âmbito do Dia Internacional da Não Violência e da Paz nas Escolas, que se assina na terça-feira, com "o objetivo de alertar para a necessidade de prevenir comportamentos violentos".

Segundo a GNR, as ofensas à integridade física, as injúrias/ameaças e os furtos foram os crimes mais registados nos 5.097 estabelecimentos de ensino policiados por esta força de segurança. Dados enviados à agência Lusa indicam que a GNR registou, no último ano letivo, 268 crimes de ofensas à integridade física em ambiente escolar (menos 81 do que no ano letivo 2015/2016), 108 crimes de injúrias/ameaças (menos 33) e 125 furtos (menos 42).

A GNR refere também que as ações de sensibilização nas escolas pretendem prevenir este tipo de ocorrências, estando mobilizados para esta atividade mais de 600 militares das secções de prevenção criminal e policiamento comunitário da corporação, que vão abordar com os alunos temas como 'bullying', violência doméstica, violência no namoro e ofensas à integridade física.

Realizou-se, no ano letivo de 2016/2017, 16.248 ações de sensibilização com crianças e jovens, tendo sido alcançados 925.329 alunos em 5.097 estabelecimentos.

Lusa

  • Pedro Queiroz Pereira terá caído das escadas de iate
    2:31
  • Terminadas buscas nos escombros da ponte Morandi
    1:20