País

Processo contra Centeno causou incómodo entre magistrados

Processo contra Centeno causou incómodo entre magistrados

Os magistrados do Ministério Público estão inquietos com a sucessão de Joana Marques Vidal e dizem que não querem o regresso ao "tempo negro" de Pinto Monteiro. No congresso que terminou este sábado, na Madeira, falou-se do stress dos procuradores e foi notório o incómodo com o processo contra Mário Centeno.

  • "Ministério Público moveu-se a mando do Correio da Manhã"
    1:35

    País

    O comementador e jornalista Miguel Sousa Tavares acusa o Ministério Público de se ter movido a mando do Correio da Manhã no caso que envolvia Mário Centeno. Afirmou mesmo que as fugas de informação são feitas diretamente deste órgão do poder judicial para a publicação. Em resposta, o Procurador da República José Góis diz que poderá ter existido falta de bom-senso neste caso. Miguel Sousa Tavares classificou ainda a busca no Ministério das Finanças como um escândalo.

  • Procuradora considera que Mário Centeno não foi beneficiado
    1:14

    País

    A Procuradora-geral da República considera que Mário Centeno não foi alvo de qualquer tipo de proteccionismo no arquivamento do caso que envolvia o ministro das Finanças e alegados benefícios em troca de bilhetes para um jogo do Sport Lisboa e Benfica. Joana Marques Vidal diz que este, à semelhança de outros casos, deve ser alvo de reflexão por parte do Ministério Público.

  • Polícia britânica acredita que ataque junto ao Parlamento foi ato isolado
    2:15
  • Donald Trump acusa ex-assessora de ser "um cão"

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump aumentou esta terça-feira o tom do confronto com a antiga assessora Omarosa Manigault Newman, que chegou a ser a afro-americana com estatuto mais elevado na Casa Branca, designando-a como "esse cão!".