País

D. Manuel Clemente aconselha abstinência sexual a católicos recasados

D. Manuel Clemente aconselha abstinência sexual a católicos recasados

O Cardeal Patriarca de Lisboa sugere abstinência sexual aos católicos que vivem novas uniões depois de casamentos que ainda não foram considerados nulos.

Os pedidos de nulidade dos casamentos católicos têm aumentado e os fiéis divorciados pediam, há muito, a possibilidade de não terem de renunciar aos sacramentos como por exemplo, a comunhão.

O problema é o que fazer com os divorciados recasados a quem não foi decretada a nulidade do primeiro matrimónio. A Igreja refletiu sobre o fenómeno e a exortação do Papa Francisco publicada em 2016 abriu novas perspectivas.

Mas, pelo mundo fora, são muitos os bispos que rejeitam a ideia de ultrapassar tradições e normas, ainda que não espelhem a realidade e a modernidade.

Em Portugal, por falta de consenso na Conferência Episcopal, cada diocese passa a mensagem. Braga é uma das que já se pronunciou,

A readmissão dos católicos divorciados obedece ainda assim, ao respeito de alguns passos previstos pelo Papa, como recorda o Cardeal Patriarca de Lisboa numa nota publicada a 6 de fevereiro de 2018. D. Manuel Clemente diz que não " (...) convém falar de 'autorizações' para aceder aos sacramentos, mas de um processo de discernimento acompanhado por um pastor."

Mas a reflexão do Cardeal Patriarca de Lisboa vai mais longe na interpretação que faz da exortação de Francisco. Àqueles a quem a nulidade do casamento não foi concedida propõe "o compromisso de viver em continência" sublinhando que o texto do Papa não ignora as dificuldades desta opção.

Em suma, sugere que antes do processo de discernimento que poderá levar à readmissão na Igreja, se mantenham em abstinência sexual os católicos que não tiverem a sorte de ver nulos os casamentos anteriores - e entenda-se por discernimento uma reflexão conjunta com o padre sobre as razões que levaram à separação, as responsabilidades e ainda sobre a realidade do novo casal.

No entanto, os católicos divorciados de primeiros casamentos celebrados apenas pelo civil não têm este problema.

  • Tempo quente vai manter-se até terça-feira
    2:47