País

Governo mantém proibição de caçar nas zonas ardidas até 2019

Governo mantém proibição de caçar nas zonas ardidas até 2019

O Governo decidiu manter até ao próximo ano a proibição de caçar nas zonas florestais mais devastadas pelos grandes incêndios de outubro e de Pedrogão Grande até 2019. A proibição entra em vigor a 1 de junho e protege espécies sedentárias.

Esta medida de excecional, já publicada no Diário da Republica, protege da mira das armas todas as espécies sedentárias como o coelho-bravo, a lebre, a raposa ou a perdiz-vermelha.

A proibição de caçar abrange 11 municípios dos distritos de Coimbra, Leiria e Viseu. São eles Arganil, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Mação, Marinha Grande, Mira, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Pedrogão Grande, Santa Comba Dão e Vouzela.

  • O sonho americano
    12:13
  • Mantém-se impasse no Brexit
    2:14